menu
Topo

Direitos da mulher

Amy Adams recusou papéis sensuais para evitar assédio nos bastidores

Getty Images
"Encantada" foi um dos papéis que Amy preferiu fazer Imagem: Getty Images

Da Universa

20/06/2018 18h54

Algumas atrizes tiveram medo e quase desistiram da carreira por causa do machismo. Amy Adams também arriscou a carreira para evitar o que ela chamou de "avanços indesejados" dos homens.

Nos anos 2000, a atriz começou a recusar papéis sensuais e interpretar apenas freiras ("Doubt", 2008) e princesas ("Encantada", 2007). 

Veja também 

"A maioria das mulheres já passou por isso [assédio sexual]. É comum nós nos desculparmos por termos dado algum 'sinal errado' quando, na verdade, só queremos dizer 'não, eu já disse que não quero sair com você'", disse ao "Hollywood Reporter". 

Adams é casada desde 2015 com o ator Darren Le Gallo e não tem se posicionado com frequência sobre os movimentos #MeToo e Time's Up, como faz Jennifer Lawrence, sua colega de elenco no filme 

Em junho, ela disse que "Jennifer Lawrence e outras atrizes não precisam dela para ser sua voz" e que vale mais lutar pela igualdade de salários em categorias com menos visibilidade, como a de professores.