menu
Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente - e xereta - sobre o que bomba nas redes sociais

Ao minimizar morte de cadela, Eduardo Costa sofre maus tratos na internet

Reprodução/Instagram
Eduardo Costa critica comoção com morte de cachorro em supermercado em SP Imagem: Reprodução/Instagram

Luiza Sahd

Colaboração para Universa

08/12/2018 04h00

Ao falar do caso da cadela morta no último dia 28 por um segurança do Carrefour, o cantor Eduardo Costa acabou caindo em contradição. Em seu perfil no Instagram, Costa afirmou, por diversas vezes, que a tortura animal não deveria receber tanta atenção midiática como vem acontecendo desde que as imagens do animal em sofrimento foram divulgadas. “Sessenta mil homicídios por ano no Brasil. E o Brasil? Que comece o ‘mimimi’”, disse o cantor.

Quando as críticas pelo comentário começaram a pipocar na internet, Costa fez uma série de posts ainda falando sobre o caso e, no fim das contas, passou toda a semana fazendo justamente o que havia criticado: repercutindo o crime ocorrido em Osasco. Além de não ter contribuído em nada para a causa animal ou a causa humana que pretendia defender, o sertanejo acabou com o filme queimado de todos os lados na internet. É como diz o ditado: quem fala o que quer…

Sobre boas e más companhias:

Acabou o amor.

Veja também

Caso você esteja se perguntando

Eita

Um tiquinho

E você, favorita ou retuita?