menu
Topo

Violência contra a mulher

Gisele Bündchen revela que chorou antes de desfilar topless aos 18 anos

Zee Nunes/Cortesia Vogue Brasil
Gisele Bündchen Imagem: Zee Nunes/Cortesia Vogue Brasil

da Universa, em São Paulo

04/10/2018 09h30

Kate Moss não é a única grande modelo a revelar ter sofrido pressão para posar com os seios à mostra. Gisele Bündchen chorou ao descobrir que cruzaria a passarela topless em um desfile do estilista Alexander McQueen em 1998, quando tinha apenas 18 anos.

"Assim que a Val, a maquiadora, viu a situação, ela disse que pintaria um top em mim usando maquiagem", relembrou a top em trecho de seu livro "Lessons: My Path to a Meaningful Life", lançado internacionalmente na terça (2) e obtido pelo jornal britânico "Daily Mail".

Veja também

Gisele conta que, na época, ainda era uma adolescente com inglês "limitado" e mal podia acreditar que havia sido selecionada para seu primeiro desfile internacional, já que ela havia participado de diversos castings no período — os anos 90 ainda viviam o auge do 'heroin chic', movimento que favorecia corpos mais longilíneos que o dela —, mas sem sucesso.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Na véspera do desfile, lembrou Gisele, ela ficou surpresa por não ser chamada para tirar medidas para as peças com que desfilaria. Ao chegar, teve que provar uma peruca preta e receber uma maquiagem pesada com delineador preto. Foi então que ela viu os três looks que usaria.

Os dois primeiros traziam um maiô prateado e um vestido. Já o terceiro consistia apenas em uma saia assimétrica. Ao perguntar onde estava a blusa que usaria com a saia, ela ouviu: "não haverá blusa."

Gisele então começou a chorar e diz que pensou em como seus pais ficariam decepcionados e envergonhados quando vissem fotos do desfile. Ela sabia que não queria desfilar com os seios à mostra, mas disse ter pensado que sua carreira acabaria se ela saísse dali.

"Val me disse que eu estava linda [com o top feito de maquiagem] e disse que a passarela estaria tão escura que ninguém perceberia. Se ela não tivesse aparecido naquela hora, eu duvido seriamente que tivesse conseguido desfilar."

Como a passarela havia sido montada ao ar livre, a chuva ainda ajudou a mascarar a tristeza da top. "Ninguém conseguia discernir o que era chuva e o que eram lágrimas".

"Eu era uma boa menina. Era 'moleca'. Eu era alguém cujos seios grandes a haviam feito passar vergonha desde a puberdade. Eu era uma garota tomada pelo medo de que minha família se sentisse envergonhada e nunca mais falasse comigo. Eu estava apavorada."

No entanto, em um mundo bem mais desconectado, a família de Gisele nunca viu as fotos e ela acredita que aquele desfile marcou o início de sua carreira internacional.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!