menu
Topo

Violência contra a mulher

Kate Moss diz que foi pressionada a posar sem sutiã no início da carreira

Getty Images
Kate Moss Imagem: Getty Images

da Universa, em São Paulo

13/09/2018 12h11

Um dos maiores ícones da moda de todos os tempos, Kate Moss fez diversos ensaios topless ao longo de sua carreira — mas nem todos de livre e espontânea vontade.

Em entrevista à apresentadora Megyn Kelly para o programa "Today", que foi ao ar nesta quarta (12), a top falou sobre o assédio e a pressão para estar nua na indústria.

Veja também

"Havia pressão [para o topless]. Eu trabalhei com uma fotógrafa chamada Corinne Day e ela sempre preferiu que eu estivesse sem blusa. E eu não gostava disso quando comecei." 

Corinne Day foi responsável pelo ensaio da famosa campanha da Calvin Klein de 1993 em que Kate aparecia nua com o namorado Mario Sorrenti. 

"Eu acho que, como Mario era meu namorado, então eu estava um pouco acostumada. Mesmo assim, eu sempre perguntava: 'posso colocar minhas roupas?'. Mas como este era o trabalho, eu só obedecia." 

Em tempos de #MeToo também no meio fashion — em que modelos têm protestado, falado sobre suas experiências de assédio e até apontado seus agressores — Kate deu um conselho a quem está começando na carreira.

"Vocês não têm que posar [sem roupa] se não sentirem vontade. Eu não deixaria minha filha [Lila Grace Moss-Hack] posar. Eu olho para ela hoje, aos 15 anos, e penso que eu estava com os seios à mostra com a idade dela. É loucura."

No entanto, ela afirma que dá seu apoio para a filha seguir sua carreira na moda, que está no início. "Eu sempre a apoiarei, obviamente. Serei a empresária dela. Se ela quiser, eu a apoiarei em qualquer coisa que ela queira fazer."

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!