menu
Topo

Violência contra a mulher

Ivete Sangalo apoia participante do "The Voice" que sofreu abuso do ex

Reprodução/TV Globo
Ivete Sangalo no "The Voice Brasil" Imagem: Reprodução/TV Globo

da Universa, em São Paulo

18/09/2018 15h42

Depois que Flávia Gabê revelou no palco do "The Voice" na segunda (17) ter sofrido abuso de um ex, Ivete Sangalo manifestou seu apoio à participante de sua equipe, além de ter discutido as consequências do machismo e da violência contra a mulher.

“Quero deixar um recado, do fundo do meu coração, para você que sofre alguma coisa dentro de um relacionamento, para não desistir. O sonho é muito maior que tudo isso”, desabafou a candidata -- que já chegou a abandonar a música por causa das agressões -- ao deixar a competição.

Veja também

Ivete então deu força a Flávia. “Você buscou seu caminho. Não sei se ele vai deixar de fazer isso. A coisa mais difícil do machismo é o homem compreender essa posição frágil dele. Eu não sei se ele vai mudar, espero que muda, mas eu tenho certeza que você não cai mais nessa”.

Em seu Instagram, a participante agradeceu o apoio recebido.

"Foi tudo tão lindo que somente tenho gratidão! Sei que muita gente ficou triste com a minha saída, me mandaram muitas mensagens de apoio e eu só agradeço. Mas agora vou ser sincera: acho que nunca me senti tão feliz e realizada na vida. Sentimento de dever cumprido", escreveu.

À Universa, Flávia relatou no domingo (16) as agressões psicológicas, física e o medo que teve de se tornar uma vítima do feminicídio durante o segundo ano de relacionamento -- eles ficaram juntos por dois anos.

“Toda vez que falava de música ou show tinha briga, crise de ciúme. Não podia cantar, falar ou cumprimentar alguém que acontecia algo. Havia implicância com os contratantes, com fãs. No início, achava normal, mas aí as crises foram aumentando. Quando vi não podia mais ir em estúdio porque ele achava que todo mundo dava em cima de mim”, conta a cantora, que temeu pela sua vida. "Às vezes ele ficava muito nervoso, geralmente quando bebia, e senti medo de morrer sim."

Até conseguir se dar conta de que estava em uma relação tóxica – o que só aconteceu no início de 2018 --, Flávia foi vendo sua autoestima baixar e a música, que lhe acompanhava desde a infância, foi esquecida. "Parei de cantar por conta da pressão psicológica, cancelei contratos que tinha e não percebi o que estava fazendo.” 

Depois deste período, ela retomou o sonho antigo de se inscrever para o "The Voice Brasil".

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!