Topo

Diversidade

Starbucks vai pagar a transição de gênero de funcionários trans nos EUA

Reprodução/Instagram/starbucks
Decisão vale para rede dos EUA Imagem: Reprodução/Instagram/starbucks

Da Universa

04/07/2018 12h44

A Starbucks acaba de anunciar uma medida que têm impacto na vida de seus funcionários transexuais: vai ser a primeira empresa do mundo a bancar  cirurgias de redesignação de gênero.

Por enquanto, o benefício vale apenas para pessoas que trabalham em unidades norte-americanas da rede, que desde 2012 inclui a cirurgia em seu plano de saúde corporativo. A diferença, agora, é que o plano passa a incluir todo o acompanhamento médico e psicológico que o procedimento exige. A empresa passa a custear a retirada ou a implantação de mamas, transplantes de cabelo, cirurgia de feminização facial, entre outras intervenções. 

Veja também 

“A decisão surgiu não apenas pelo desejo da empresa de fornecer uma cobertura verdadeiramente inclusiva, mas por conversas poderosas com parceiros transgêneros sobre como esses benefícios permitiriam que eles realmente fossem quem são. Adoraríamos ver outras empresas fazendo a mesma coisa", disse o gerente de benefícios da empresa, Ron Crawford, em comunicado. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!