Topo

Universa

Agora duquesa, Meghan Markle deve evitar dois alimentos em viagens reais

Getty Images
Mau hálito e possível intoxicação alimentar explicam restrições Imagem: Getty Images

Da Universa

25/06/2018 17h34

Dentre os hábitos que Meghan Markle teve que mudar ao dizer "sim" ao príncipe Harry e entrar para a família real britânica, estão algumas pequenas mudanças no cardápio. 

Em eventos em que representa a família real, como festas, audiências e principalmente viagens, a duquesa de Sussex não pode comer nada com alho. E o motivo é óbvio. 

Veja também: 

Como integrante da realeza, ela não pode estar com "bafo" e correr o risco de se relacionar com alguma figura importante exalando mau hálito. 

"O alho é proibido em alimentos ingeridos por membros da família real. Com muitas reuniões entre os visitantes oficiais, acredita-se que ele seja desaconselhado para evitar mau hálito", de acordo com o "Sunday Express". 

Se depender da rainha Elizabeth, a regra não vai mudar tão cedo: a monarca odeia comida temperada com alho e não permite que o alimento seja servido em nenhuma refeição na sua presença. 

Darren McGrady, chefe de cozinha do Palácio de Buckingham, disse que a cebola também não é muito bem-vinda nas refeições da monarca e deve ser usada com bastante moderação. 

Nada de lula 

Outro item que deve ser cortado do cardápio dos príncipes e princesas durante viagens são mariscos e outros frutos do mar. O motivo, desta vez, não tem a ver com o mau cheiro, mas com o risco de intoxicação alimentar. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Mais Universa