menu
Topo

Diversidade

Conceição Evaristo é oficialmente candidata à Academia Brasileira de Letras

Wikimedia Commons
Aos 71, Conceição Evaristo pode ser a primeira mulher negra a ocupar uma cadeira da ABL Imagem: Wikimedia Commons

Da Universa

19/06/2018 18h50

A escritora mineira Conceição Evaristo entregou nesta segunda-feira (18) uma carta de apresentação à Academia Brasileira de Letras, confirmando sua candidatura à cadeira número 7 da instituição. 

"Assinalo o meu desejo e minha disposição de diálogo e espero por essa oportunidade", diz no documento, entregue à sede da ABL, no Rio de Janeiro. 

Veja também 

A decisão de Conceição foi tomada depois que uma petição online reuniu mais de 20 mil assinaturas para que ela pleiteasse a vaga, que era do cineasta Nelson Pereira dos Santos, morto em abril. 

Se for confirmada, ela será a primeira vez que uma mulher negra representa a Academia Brasileira de Letras em 120 anos. 

Autora de romances como "Insubmissas lágrimas de mulheres" (2011) e "Ponçá Vivêncio" (2003), ela nasceu na favela do Pindura Saia, em Belo Horizonte (MG), e chegou ao mestrado em literatura brasileira no Rio de Janeiro. 

Aos 71 anos, Conceição atualmente é professora universitária e já conquistou prêmios como o do Governo de Minas Gerais e o Jabuti, em 2015, com "Olhos D'Água" (2014).