menu
Topo

Sexo

Strip-tease masculino funciona para seduzir? Elas contam suas experiências

Getty Images
Strip-tease para as minas Imagem: Getty Images

Carolina Prado

Colaboração para Universa

11/05/2018 04h00

Tem quem ache envolvente, que tem crise de riso ao ver a cena e até quem exige que o homem tenha técnica ao dançar. Cinco mulheres contam suas experiências e opiniões ao se depararem com um cara fazendo strip-tease para elas.

“Achei legal o esforço dele, mas não me excitei”

“Tive uma única experiência com strip-tease. Foi com um crush, que sabia que eu tinha vontade de contratar um garoto de programa. Para me surpreender, na primeira vez que saímos, eu cheguei no apartamento dele e estava tudo preparado: música, velas e vinho. Ele começou a dançar e pegou a minha mão e passava pelo corpo dele... fiquei sem graça, pois não sabia como reagir. E aí ele ficava rebolando, tentando sensualizar. Não ri, mas fiquei sem graça. Achei legal o esforço dele, mas não me excitei.” Jô, 34, cabeleireira

Veja também

“Ele tirou o cinto, passou na minha cintura e ficamos dançando juntos”

“Era Ano-Novo e eu estava na casa do meu ex namorado. Entrei no quarto e estava tocando Glory Box, da banda Portishead, uma música que eu adoro. Do nada, eu olho e o gato está dançando de costas. Só tinha um facho de luz da janela entrando no quarto. Ele foi tirando as peças de roupas e eu fiquei muito envolvida com aquela cena. Eu sentei em um banco, atrás da bateria dele, para assistir. Então, quando ele estava de calça, tirou o cinto, passou na minha cintura e ficamos dançando juntos. Depois tirou a minha roupa e transamos. Achei muito envolvente toda a cena. O que certamente fez a diferença foi a segurança dele, ele sabia o que estava fazendo.” Many, 29, gerente financeira

“Ele tirava a roupa meio tímido, travadão, não estava à vontade”

“Em um Réveillon eu dei uma cueca amarela para o meu ex-namorado usar na virada. Eu tinha lido que o signo dele deveria usar essa cor para atrair sorte para o ano seguinte. A cueca era bem feia, mas fazemos qualquer negócio para ter sorte, né? O problema foi que ele achou que eu comprei aquela cueca porque gostei. Um dia, ele quis me seduzir e fez um strip-tease. Aquela cena já estava bem ruim, nada sedutor. Ele tirava a roupa meio tímido, travadão, não estava à vontade. Mas piorou mesmo a hora que ele arrancou a calça e a cueca amarela apareceu. Eu tentei disfarçar, mas só consegui rir.” Mariana, 33, redatora

“Minha cabeça ficou bagunçada por uma semana”

“O único strip-tease que presenciei foi em um clube para mulheres, em uma despedida de uma amiga. O ambiente é à meia-luz, propício à sedução. Os homens são do tipo que chamam a atenção, fortes, com cara de mau... desses que sabem como pegar uma mulher. O jeito que eles olham é surreal, você já se intimida. Então, começam a dançar, tiram a roupa, puxam uma menina, pedem para passar a mão nele e simulam o ato. Minha cabeça ficou bagunçada por uma semana com aquela cena. Mas eles têm técnica para fazer o strip-tease, por isso funciona. Sem técnica e dom, fica engraçado e não sensual.” Cida, 36, enfermeira

“Não consigo ser seduzida por um homem dançando”

“Sinceramente, não vejo graça, não. Eu gosto quando o homem é mais viril, fico excitada com isso. E não é o que acontece quando ele está rebolando na minha frente. Todas as vezes que o meu marido tentava fazer, saía do quarto com raiva, porque eu tinha crise de riso. Tudo bem que nem música ele colocava, talvez faltasse uma trilha sonora para envolver. Mas, hoje, não consigo ser seduzida por um homem dançando e tirando a roupa na minha frente.” Inez, 36, vendedora

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!