menu
Topo

Violência contra a mulher

Vereadora holandesa se suicida após revelar estupro na internet

Favor_of_God / iStock Photo
Imagem: Favor_of_God / iStock Photo

da EFE, em Haia

09/08/2018 12h37

Uma vereadora do Partido da Liberdade (PVV), a ultradireitista Willie Dille, se suicidou depois de publicar um vídeo na internet denunciando que tinha sido vítima de "um estupro" em março do ano passado, informou nesta quinta-feira seu grupo político.

"Já não podia suportar o que tinha ocorrido e as reações recebidas", disse hoje sua colega do PVV, Karen Gerbrands, ao confirmar o suicídio no Twitter.

Veja também

Em outra mensagem, o líder do PVV, Geert Wilders, afirmou estar "muito consternado" pela morte de Dille, enquanto o primeiro-ministro, Mark Rutte, desejou "força ao PVV após esta grande perda".

Em comunicado, a prefeita da Haia, Pauline Krikke, confirmou que interromperá suas férias para voltar à cidade e considerou que "esta notícia é um grande choque para todos".

Dille, que exerceu o papel de deputada do PVV entre 2010 e 2012, publicou na quarta-feira o vídeo em sua página do Facebook no qual assegurava que em março do ano passado, durante a época eleitoral, tinha sido vítima de estupro.

"Fui sequestrada, estuprada e torturada por um grupo de muçulmanos porque queriam calar minha boca no Conselho da Haia. Quando tudo passou, não contei a ninguém", acrescentou.

Um porta-voz da polícia confirmou à Agência Efe que os agentes mantiveram vários encontros com Dille, de 53 anos, para falar sobre o suposto incidente e as ameaças que dizia receber, mas as autoridades nunca iniciaram uma investigação porque a vereadora "não quis apresentar uma denúncia" e nem oferecer provas do ocorrido.

No vídeo, Dille acusou a um ex-membro do PVV Arnoud van Doorn de estar por trás da suposta violação e as ameaças, às quais ele respondeu no Twitter dizendo que está "surpreso" pelas acusações e garantiu estar "considerando apresentar uma denúncia por calúnias".

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!