Topo

Violência contra a mulher

Weinstein é denunciado novamente por estupro e pode pegar pena perpétua

Kevork Djansezian/Getty Images
Harvey Weinstein cumprimenta Sandra Bullock no Oscar de 2011 Imagem: Kevork Djansezian/Getty Images

da ANSA, em Nova York

03/07/2018 09h25

O ex-produtor de Hollywood Harvey Weinstein foi denunciado mais uma vez por violência sexual e agora arrisca pegar até prisão perpétua.   

Após ter sido incriminado por casos de abuso ocorridos em 2004 e 2013, Weinstein está sendo acusado de ter violentado uma mulher em 2006. Segundo a denúncia, a vítima, que permanece sob anonimato, teria sido forçada a fazer sexo oral no ex-produtor.

Veja também

O Ministério Público de Manhattan diz que Weinstein é alvo de uma acusação de ato sexual criminoso e duas de ataque sexual predatório - este último crime prevê penas de 10 anos de cadeia à prisão perpétua.   

Em maio passado, o ex-produtor já havia sido denunciado por três episódios referentes a duas mulheres. Uma delas não foi identificada e alega que Weinstein a trancou e violentou em um quarto de hotel em Nova York.   

A outra é a ex-atriz Lucia Evans, que diz ter sido forçada a fazer sexo oral em Weinstein em 2004. A defesa do ex-produtor afirma que ele nunca teve "comportamento sexual sem consentimento".   

As denúncias contra Weinstein eclodiram no fim de 2017 e desmoronaram o império do ex-chefão da Miramax, que foi banido da Academia do Oscar e se afastou da produtora.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!