Violência contra a mulher

Ex-produtor Harvey Weinstein é incriminado por estupro

Getty Images
Harvey Weinstein foi preso na sexta (25) Imagem: Getty Images

30/05/2018 19h58

O ex-produtor de cinema Harvey Weinstein foi denunciado por estupro por um grande júri de Nova York, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (30).   

Segundo um comunicado da Procuradoria do Distrito de Manhattan, as acusações dizem respeito a abusos contra duas mulheres e ocorridos em 2004 e 2013, quando Weinstein, no papel de dono da Miramax, era um dos homens mais poderosos da indústria cinematográfica norte-americana.   

Veja também


"As denúncias deixam o acusado um passo mais perto de ser responsabilizado pelos crimes de violência", disse o procurador Cyrus Vance, acrescentando que o inquérito segue "ativo e em curso".   

A incriminação chega pouco depois de os advogados do ex-produtor terem comunicado sua decisão de não testemunhar perante o "grande júri", corpo legal característico da Justiça dos EUA e que é convocado por procuradores para investigar crimes, ouvir depoimentos sob juramento e até proferir acusações.   

Weinstein, 66 anos, se entregou à polícia na última sexta-feira (25), mas foi liberado após pagar fiança de US$ 1 milhão. Se condenado, ele pode pegar até 25 anos de cadeia. Uma das mulheres em questão não foi identificada e diz que o ex-produtor a trancou e violentou em um quarto de hotel em Nova York.   

A outra é a ex-atriz Lucia Evans, que diz ter sido forçada a fazer sexo oral em Weinstein em 2004. A defesa do ex-produtor alega que ele nunca teve "comportamento sexual sem consentimento".   

As denúncias eclodiram no fim de 2017 e desmoronaram o império construído por Weinstein, que foi banido da Academia do Oscar e se afastou da Miramax. Entre suas vítimas estão estrelas como Angelina Jolie, Gwyneth Paltrow, Cara Delevingne, Léa Seydoux e Asia Argento. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
ANSA
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
EFE
Da Universa
Da Universa
DW
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
BBC
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
ANSA
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
AFP
AFP
Da Universa
Da Universa
Topo