menu
Topo

Autoestima


Mulher segue filosofia body neutrality para inspirar outras mães após parto

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

2019-05-23T16:30:07

23/05/2019 16h30

Há um tempo as redes sociais têm ajudado a desmistificar o culto ao corpo perfeito e dado espaço para mais gente como a gente. A jornalista canadense Sarah Nicole Landry é uma dessas vozes. Com quase 300 mil seguidores no Instagram, ela retrata o dia a dia de uma mãe de três filhos. Em suas fotos, a jornalista propaga sem medo o body neutrality -- movimento que valoriza que seu corpo é o que pode fazer, e não o que aparenta ser.

Nos registros divulgados por Sarah, ela mostra suas celulites e estrias sem pudores. Em uma das fotos, ela aparece com a frase "So What"? (em português algo como "E daí"?) estampada no bumbum.

"Responda a essa questão e você vai ter a resposta para tudo. Porque o fato é que não importante. Essa é a última coisa importante para você. Os que fazem você sentir que isso importa não te merecem. Aqueles que querem que você se sinta mal para que eles possam vender alguma coisa, não merecem seu dinheiro. Para os shorts que você disse não, para as praias que você deixou de ir para ficar em casa e para as memórias que você perdeu, essas merecem uma segunda chance", escreveu.

Em outro clique, ela mostra o corpo com celulite e faz um discurso na legenda. "Este maiô está abraçando as minhas curvas, não escondendo-as. Apesar de todos os meus medos, eu fui lá e vesti ele. Demora anos para desaprender tudo o que nos foi ensinado. Que somos menos. Que somos algo que precisa de conserto. Que devemos nos esconder. Mas, deixe-me lembrar a você que, mesmo com todas as nossas inseguranças, podemos arrasar e avançar nas discussões sobre padrões de beleza - ou podemos simplesmente optar por absorver tudo até sentirmos que estamos prontas. Bebês, saúde, perda de peso, puberdade, envelhecimento: nossos corpos mudam um milhão de vezes. E eu sei que, vira e mexe, pensamos: 'se pelo menos eu fosse ______'. Não, você já é. Cada momento, por meio de cada mudança, nós somos."

Ela também costuma posar ao lado dos filhos para falar das mudanças no corpo com a maternidade. "Isso é o #pósparto e por muito tempo eu pensei que estivesse completamente sozinha. Porque eu, como muitas mulheres, não sabíamos o quão diverso o pós-parto pode ser. Eu não sabia que estrias largas e profundas existiam. Eu não sabia que a pele podia ceder e o umbigo poderia parecer torto e diferente. Mas a comunidade online me mostrou que é assim. Vocês todos me mostraram como era. No meu estado mais vulnerável conseguiram abrir meus olhos para a beleza e normalização das coisas mais maravilhosas e dos corpos mais bonitos", escreveu no Dia das Mães.