menu
Topo

Violência contra a mulher


Jovem revela como usou o Facebook para fazer avô confessar o abuso sexual

Reprodução/HotSpot Media
Imagem: Reprodução/HotSpot Media

Da Universa

2019-03-25T15:55:30

25/03/2019 15h55

Aos 23 anos e mãe de dois filhos, Jade Edwards contou como enganou o seu avô, hoje com 69 anos, a confessar no Facebook o abuso sexual cometido por ele contra ela na sua infância, quando tinha 13 anos de idade.

Em entrevista ao "HotSpot Media", a britânica revelou ter usado a rede social, sete anos depois, para desmascarar o avô, que já tinha sido condenado em 2018 por crimes sexuais e condenado a 15 meses de prisão.

O motivo para que ela "reabrisse o caso", mesmo que a condenação já tenha sido feita, era expor Joseph Edwards para a família, que a deserdou por manda-lo a prisão, já que não acreditavam no fato de que ela foi vítima do abuso.

"Crescendo, eu sempre fui a garota favorita do meu avô. Ele era meu melhor amigo no mundo e adorava estar perto dele. Em 2009, quando eu tinha 13 anos, estava assistindo TV com ele, quando senti suas mãos tocando minha bunda. Eu estava tão confusa sobre o que aconteceu, então ele mudou de canal e agiu como se nada estivesse acontecendo. Então ignorei", relembra.

O abuso voltou a acontecer nove meses depois, quando Joseph a levou para uma viagem de carro para a praia de Southport, depois da escola. Segundo ela, quando estavam próximos de chegar, ele encostou o carro em uma rua vazia, desligou o motor e enfiou as mãos entre suas coxas.

"Ele enfiou a língua na minha boca e eu senti que ficaria doente. Depois disso, ele continuou a tocar nas minhas coxas e gemer. Senti lágrimas escorrendo pelo meu rosto enquanto ele fazia isso", conta ela, que foi pressionada para não contar a ninguém sobre o que tinha acontecido, após ser vítima de situações semelhantes a essa nos meses posteriores.

Quando completou 16 anos, Jade diz que ouviu o avô dizer que estava "apaixonado por ela". Foi quando ela decidiu colocar um ponto final na história, agora com mais maturidade, e ameaçou contar para alguém, atitude que o fez parar com os abusos.

Um ano depois desse "basta", a jovem resolveu escancarar a realidade e colher provas do que ele tinha feito. Para isso, ela mandou uma mensagem para ele no Facebook, questionando porque ele tinha feito aquilo com ela.

Reprodução/HotSpot Media
Imagem: Reprodução/HotSpot Media

"Você faz isso comigo, eu quero você de todas as formas, se estiver tudo bem. Sinto muito por não poder parar. Eu te amo tanto. Desculpe por te amar tanto por você ser tão linda", respondeu ele ao "justificar" o abuso.

Jade mostrou então a conversa para seus pais, que não acreditam na história, mesmo com as provas reunidas por ela, o que a fez desistir da denúncia.

Foi em 2016, após se sentir pressionada pelo peso que carregava, que ela decidiu ir à delegacia e contar tudo o que tinha acontecido, mostrando as mensagens. A denúncia fez com que Joseph fosse preso no dia seguinte e a conversa usada como prova.

"De maneira doentia, meu avô me chamou de mentirosa e negou todas as acusações contra ele. Para piorar a situação, minha família ficou do lado dele no tribunal. Eu fui traída por todos que amava", relembra.

No julgamento, realizado em 2018, ele foi considerado culpado por seis acusações de atividade sexual com uma criança pelo Tribunal da Coroa de Liverpool, com pena de 15 meses encarcerado.

"Não pareceu tempo suficiente, mas fiquei aliviada por vê-lo atrás das grades. Todo dia eu penso que preferiria ser abusada por um estranho, não meu avô. Eu tenho tentado seguir em frente com minha vida, sendo mãe dos meus dois filhos. Eu posso ter perdido minha família e o homem mais próximo de mim, mas falei e é isso que importa", conclui.