menu
Topo

Autoestima


Falta de diversidade na moda praia gera novas críticas à Victoria's Secret

Reprodução/Instagram
Linha de biquínis da Victoria's Secret Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

2019-03-22T16:03:19

22/03/2019 16h03

Depois de ser criticado pela falta de diversidade no elenco dos desfiles e por não aceitar modelos transexuais, a Victoria's Secret voltou a ser alvo de acusações de gordofobia.

Isso porque, na última segunda-feira (18), a gigante das lingeries voltou a vender uma coleção de biquínis depois de três anos fora do segmento -- mas os tamanhos disponíveis não agradaram a maioria das mulheres.

"Não tem nada para uma mulher com corpo", escreveu uma delas, no Twitter. "É caro, é pequeno e é superestimado", resumiu outra.

De fato: a variação de tamanhos vai do XS ao L e a maioria dos modelos parece não dar sustentação para quadris largos ou seios grandes, por exemplo.

"A única razão me faz adorar a moda praia da VS é o dimensionamento de sutiã... Mas onde isso foi parar?", escreveu uma internauta, se queixando porque a marca não vende mais sutiãs pelo tamanho da taça.

A nova linha é vendida exclusivamente na internet, o que torna mais difícil a experiência de compra.

Os preços -- "detalhe" que também foi alvo de queixas das internautas -- da nova coleção de roupas de banho variam de US$ 28 (80 reais) a US$ 182 (510 reais), dependendo da peça.