menu
Topo

Autoestima


6 vezes em que Lena Dunham usou a nudez para inspirar mulheres comuns

Da Universa

2019-03-14T09:39:24

14/03/2019 09h39

Gorda, sem filtro e famosa por sua série "Girls", Lena Dunham é muito fã de "nudes". E não é nada com o objetivo de sensualizar para aquela pessoa especial ou para seus seguidores. Por autoestima, celebração após um momento difícil ou só pela ironia, a atriz, diretora e escritora usa a nudez para dar seu recado.

Getty Images
Imagem: Getty Images
Nesta quarta (13), mais uma vez o corpo nu de Lena aparecia em seu Instagram Stories com mamilos e virilha cobertos por emojis. O recurso já foi usado uma outra vez e ela explicou que a intenção é misturar humor e sexualidade. "Passei tantos anos amando meu corpo, mas pensando que ele não era desejável. Minha saída era fazer piada com ele", contou em 2017.

Superação

Em agosto no ano passado foi a vez de Lena se despir para celebrar o fim de um momento drástico: fazia nove meses que ela havia passado por uma histerectomia. Em fotos totalmente nua, Lena dá adeus ao seu útero -- batizado de Judy -- e agradece "por essa saída e por esse corpo, que é mais forte do que eu jamais dei crédito".

Autoestima

Em outro momento, o tema autoimagem ganha seu "nude" e a atriz pediu aos fãs que contassem o que eles acham sobre a representatividade de corpos de todas as formas na moda. "Em minhas próximas aparições na TV quero usar somente marcas que incluam TODAS as mulheres. Prefiro ficar pelada que promover exclusividade", brincou.

Felicidade

Em foto recente e bem mais "vestida", Lena, mais uma vez, dá seu recado inspirador:

"Aos 32: nunca estive tão pesada, nunca amei tanto, nunca li, escrevi e ri tanto. Nunca fui tão feliz. Não aquela felicidade frágil de que 'tudo está perfeito'. Mas aquela enorme, generosa de 'finalmente estou conseguindo tomar as rédeas disso'. Não demais. Só o suficiente"

Feminismo

Numa foto em que segura os seios nus, não foi Lena quem provocou o debate, mas um dos comentaristas. Um homem disse que ela estava segurando os peitos de maneira errada (alô, mansplaining) e ganhou um agradecimento cheio de ironia, obviamente.