menu
Topo

Diversidade

Apenas 28% dos norte-americanos aprovariam um James Bond gay, diz pesquisa

Getty Images
Daniel Craig, o James Bond de "007 Contra Spectre" Imagem: Getty Images

Da Universa

22/11/2018 15h44

Se no próximo filme da franquia "007" o protagonista James Bond fosse gay, ele provavelmente perderia uma parcela de fãs. 

De acordo com uma pesquisa do "The Hollywood Reporter", 52% do público norte-americano é contra a filmagem de uma versão LGBT do agente secreto britânico e apenas 28% apoiaria a novidade. 

Veja também

A pesquisa também analisou a reação das pessoas a outras "versões" de Bond. 

48% dos entrevistados se opuseram a uma protagonista feminina e 29% não gostariam de ver o agente secreto interpretado por um ator negro. 

A versão que menos agradou o público, o James Bond gay, também foi rejeitada pelo último ator a representar o papel, Daniel Craig. Em 2012, o protagonista de "007 Contra Spectre" disse em entrevista ao "E!" que não gostaria que o personagem fosse gay "simplesmente porque ele não é gay". 

Na época, Pierce Brosnan, responsável pelo papel entre 1995 e 2002, foi mais receptivo: "Claro. Por que não? Na verdade, não sei como isso funcionaria, mas certamente daria uma visão interessante", disse, ao "Details". 

O ator aproveitou para sugerir Idris Elba, eleito o homem mais sexy de 2018 pela "People", para interpretar James Bond negro. "Ele tem o carisma, a presença", elogiou Brosnan.