menu
Topo

Autoestima

Gisele Bündchen conta que já ouviu que tinha "nariz e seios grandes demais"

Divulgação/Vogue America
Gisele Bündchen conta que criou uma espécie de "personagem" para lidar com pressão Imagem: Divulgação/Vogue America

Da Universa

07/10/2018 13h45

Até mesmo Gisele Bündchen já ouviu críticas sobre sua aparência. Em trecho de sua autobiografia "Aprendizados", a modelo relata que, no começo de sua carreira, pessoas da indústria da moda diziam que ela tinha "olhos pequenos demais" e nariz e seios muito grandes. 

Veja também: 

"Quando comecei a trabalhar, mesmo que a princípio eu tivesse o porte de modelo, me sentia desajeitada. O fato de algumas pessoas da indústria da moda me dizerem que meus olhos eram pequenos demais e que meu nariz e meus seios eram grandes demais reforçava esse sentimento", conta a modelo em trecho divulgado pela edição brasileira da revista "Vogue". "Aos 14 anos, nada parecia ser mais desagradável ou me fazia sentir mais constrangida do que um estilista me dizendo que eu era bonita, ou um fotógrafo me dizendo como fazer uma pose, ou ainda ouvir um editor comentando sobre o meu corpo, os meus seios, os meus olhos ou o meu nariz como se eu não estivesse lá".

Para não se deixar abalar pelos comentários que ouvia em uma sessão de fotos ou antes de um desfile, Gisele relata que, aos 18 anos, crou uma espécie de "personagem" que a protegia de ficar triste com a situação. "Eu criei um escudo ao redor de mim mesma. O meu eu privado era Gisele, mas a modelo Gisele era ela. Era como eu a chamava também — ela. Ela era uma atriz. Uma performer. Uma camaleoa. Uma personagem que criei para expressar a fantasia de um estilista", diz em seu livro, lançado neste mês. 

Em "Aprendizados", Gisele narra o que aprendeu ao longo dos 38 anos de vida. A modelo tem usado as redes sociais para conversar com seus seguidores como levar a vida de uma forma leve, sem se deixar levar pelo ritmo frenético dos acontecimentos. 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!