menu
Topo

Política

Brasília adere ao #EleNão e concentra manifestantes em região central

Andre Borges/AGIF
DF - Brasilia - 29/09/2018 - Protesto Ele Nao, contra Bolsonaro Brasilia - Manifestantes contra a candidatura de Jair Bolsonaro se reunem na rodoviaria central de Brasilia, para a realizacao do ato, Ele Nao, Mulheres contra Bolsonaro. O protesto visa expor a rejeicao pelo candidato a Presidencia da Republica, constantemente envolvido em casos de misoginia, racismo, homofobia e falas preconceituosas contra varios outros grupos sociais. Imagem: Andre Borges/AGIF

Felipe Frazão e Anne Warth

Da Agência Estado, em Brasília

29/09/2018 17h07

Vários manifestantes estão concentrados nas proximidades da Rodoviária do Plano Piloto, em Brasília, para seguir em caminhada até a TV de Torre, na área central da capital. Eles participam do movimento #EleNão, que é contrário ao candidato do PSL à Presidência Jair Bolsonaro.

O grupo está reunido no local desde as 14 horas e pretende começar os atos às 16 horas, conforme a Polícia Militar informou. Mais pessoas chegam a todo momento e ampliam o número de manifestantes.

Veja também

O protesto segue tranquilo, e três faixas das seis vias do Eixo Monumental estão fechadas para o trânsito de veículos - duas para a manifestação e uma para o controle da polícia.

Andre Borges/AGIF
Protesto Ele Não, contra Bolsonaro, em Brasilia Imagem: Andre Borges/AGIF

A campanha #EleNão foi criada dentro de um grupo no Facebook que reúne 3,8 milhões de mulheres e está ganhando as ruas de várias cidades do Brasil e também de outros países como Alemanha, França, Suíça, Itália e Portugal.

Capitão da reserva e deputado federal por sete mandatos, Bolsonaro lidera as recentes pesquisas de intenção de voto para o primeiro turno. As lideranças do movimento afirmam que a campanha é para alertar a população sobre as ideias de Bolsonaro, consideradas pelos participantes como "fascistas e machistas".