menu
Topo

Diversidade

10 personagens de desenhos animados e filmes que são ou poderiam ser LGBT

Divulgação
Gal Gadot em "Mulher-Maravilha 2" (2019) Imagem: Divulgação

Léo Marques

Colaboração para Universa

23/09/2018 04h00

Pernalonga é gay? A rainha Elsa, de Frozen, é lésbica? A seguir, veja personagens da ficção que estão a caminho de se tornarem representantes LGBT e outros que já são há décadas e você nunca havia percebido, pois foram apresentados de forma sútil ou excessivamente cômica.

Veja também

Batman

Em 2012, em entrevista à revista Playboy norte-americana, Grant Morrison, roteirista de quadrinhos do Homem Morcego há mais de 20 anos, revelou que o super-herói é gay. “Batman é muito, muito gay”, afirmou. Ainda, de acordo com Morrison: “É óbvio que enquanto personagem fictício ele é heterossexual, mas a base do conceito é absolutamente gay. E acho que é por isso que as pessoas gostam. Todas as mulheres o querem. Mas ele não está nem aí: está mais interessado em sair com o parceiro (Robin)”, concluiu.

Mulher-Maravilha

Ainda sobre super-heróis, Greg Rucka, roteirista atual da Mulher-Maravilha, afirmou, em entrevista ao site Comicosity, que a personagem já se relacionou intimamente com mulheres. "Ela precisa ter feito isso”, comentou sobre o fato de a heroína ter sido criada em Themyscira, uma ilha habitada apenas por guerreiras amazonas. E tem mais: segundo Rucka, apesar do caso com Steve Trevor, a personagem só deixou seu lar porque queria conhecer o mundo.

LeFou (A Bela e a Fera)

No remake do clássico Disney, lançado em 2017, LeFou, o ajudante do vilão do filme, Gaston, é um gay em processo de aceitação. O diretor do filme, Bill Condon, contou à revista "Attitude": "Ele está confuso sobre o que quer. É alguém que está se dando conta de que tem esses sentimentos. É um momento legal e exclusivamente gay em um filme da Disney." Em resposta, o editor-chefe da "Attitude", Matt Cain, afirmou: “Ao representar a atração entre pessoas do mesmo sexo, o estúdio está mandando uma mensagem que isto é normal e natural”.

Alvo Dumbledore (Harry Potter)

Em 2007, J.K. Rowling, autora da saga Harry Potter, confirmou publicamente que Alvo Dumbledore, o mágico e diretor da escola Hogwarts, é gay. Ao ser questionada sobre o assunto, na época do lançamento do sétimo livro da série, "Harry Potter e as Relíquias da Morte", a autora revelou que Dumbledore era apaixonado por seu adversário, Gellert Grindelwald, a quem tinha vencido num antigo confronto entre bruxos do bem e do mal.

Shun (Cavaleiros do Zodíaco) 

Em visita ao Brasil para lançar a animação 3D "Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário", o produtor do filme, Yosuke Asama, respondeu aos fãs que levantaram a hipótese de Shun, o cavaleiro de Andrômeda, ser gay: "Não o fizemos homossexual, mas com sexualidade indefinida. Queremos que a nova geração veja como é aceitar quem é diferente”. Na nova versão, o peitoral esculpido na armadura cor de rosa de Shun lembra um par de seios.

Úrsula (A Pequena Sereia)

Segundo desenhistas e animadores da Disney, a bruxa do mar e vilã do filme foi inspirada na drag queen norte-americana Divine. Figura cultuada, especialmente dentro da comunidade LGBT, Divine emprestou à personagem suas curvas, seu humor ácido, além de trejeitos sedutores e maquiagem exagerada. Divine, porém, não chegou a ver o resultado final, pois morreu um ano antes do filme ser lançado. Segundo o diretor de cinema, Jeffrey Schwartz, Divine teria dito uma vez: "Tudo o que eu queria ser era uma vilã Disney". E virou!

Luke Skywalker (Star Wars)

De acordo com o ator Mark Hamill, que interpreta o personagem desde sua primeira aparição no cinema, Luke poderia ser gay. A declaração veio depois que J.J. Abrams, diretor dos últimos “Star Wars”, afirmou que a franquia poderia ter um personagem homossexual. “Eu li online que J.J. está bastante aberto a isso. Agora os fãs estão fazendo todas essas perguntas: ‘O Luke poderia ser gay?’. Eu diria que isso deve ser interpretado pelos espectadores”, sugeriu Hamill.

Mulher-Gato

A anti-heroína é bissexual! A revelação foi feita em 2015 pela roteirista de quadrinhos da DC Comics Genevieve Valentine, que escreveu em seu blog: “Isso não é só uma revelação como uma confirmação. Ela sempre foi bissexual, mas só decidimos contar agora”. Porém, Valentine garantiu que a relação da personagem com Batman não seria esquecida, já que, em suas palavras: “Não é assim que a bissexualidade (ou humanidade) funciona”.

Pernalonga

Em 2007, o filho de Mel Blanc, dublador oficial do Pernalonga, chocou a comunidade de animação ao revelar que o coelho mantinha um caso com seu arqui-inimigo Hortelino. "O estúdio simplesmente não permitiria isso. Então, Pernalonga e Hortelino expressavam seu amor usando códigos, como Hortelino apontando uma arma para Pernalonga, que retribuía com um jato de soda na cara dele”. Também por se travestir e se expressar de modo afeminado com frequência, Pernalonga, foi eleito “ícone cultural gay e retrato de uma diva”, nos anos 1950.

Elsa (Frozen)

É grande a torcida, por parte de alguns fãs LGBTs do filme, para que a Rainha da Neve se assuma como lésbica nas futuras sequências de Frozen. Ao saber que o assunto é um dos que mais repercutem no Twitter, uma das criadoras do desenho, Jennifer Lee, até comentou: “Eu amo tudo isso que as pessoas cogitam e pensam sobre o filme! Vamos ver se isso acontece! Estou pessoalmente empolgada de ver esse assunto sendo debatido. Não posso prometer que vá acontecer de fato ainda, mas posso dizer que existem, sim, conversas a respeito”, afirmou.

Fontes: Sites Playboy; The Sun; The Telegraph; Comicosity; Attitude; The Guardian; Blog - Genevieve Valentine; e livro Bugs e “Bugs and Elmer: A Forbidden Love” (“Pernalonga e Hortelino: Um Amor Proibido”, em português).