menu
Topo

Diversidade

Nanda Costa fala sobre namoro com Lan Lanh: "orgulho do que estou vivendo"

Karine Basílio/Marie Claire
Lan Lanh e Nanda Costa Imagem: Karine Basílio/Marie Claire

da Universa, em São Paulo

02/09/2018 10h07

Namorando há cinco anos com a percussionista Lan Lanh, Nanda Costa acredita que sua personagem atual, a Maura de "Segundo Sol", tenha a ver com a decisão de assumir o relacionamento de maneira pública no dia dos namorados.

Em entrevista ao jornal "Extra" neste domingo (2), a atriz comemorou a recepção positiva que tem sentido em relação ao papel da policial nas ruas.

Veja também

"Mesmo antes do dia 12 de junho, eu recebia milhares de mensagens agradecendo a representatividade na novela. Uma mãe disse que conseguiu entender a filha vendo a Maura. Foi uma onda de amor tão grande... Não fazia mais sentido não me colocar nesse momento. Estou há quase cinco anos num relacionamento superestável com uma das pessoas mais legais que eu conheço e tenho orgulho do que estou vivendo", justificou.

Para ela, a decisão aconteceu no momento certo. "Hoje em dia está tudo tranquilo. Eu posso fazer um carinho na minha namorada sem olhar para trás, sem me preocupar".

Nanda esclareceu ainda que não se sente confortável com rótulos.

"Quando você levanta uma bandeira, você abaixa todas as outras. ‘Ah, a Nanda é lésbica!” Se estar com uma mulher há cinco anos é isso, sou também. Mas já estive com homens. E aí, sou bi?", questionou.

"Eu espero que eu esteja amanhã e depois e depois com a Lan, que é uma pessoa que eu amo, que eu quero e está tudo certo. Mas vamos supor: se eu tivesse feito isso antes, me assumisse, aí terminasse o relacionamento e namorasse um cara. Porque sem eu ter falado 'sou lésbica', já me colocaram aí".

"Essa frase nunca saiu da minha boca. E se um dia eu apareço com um homem? Tenho 31 anos. E se aos 60 estiver com um homem? Vou estar traindo a classe LGBT? Pô, eu quero ser livre! Não quero ficar numa caixinha", disse.

A atriz ainda comentou o desejo de ser mãe:

"A gente fala sobre, há muitas maneiras de constituir uma família. Só que eu evito falar sobre filho. É uma vontade. Mas se uma mãe não fala sobre a gravidez antes dos três meses de gestação, por que eu ficaria falando sobre isso sem nem ter um bebê na minha barriga? Fica parecendo que eu estou falando mais da minha vida, que eu sempre quis proteger, e não da minha carreira ou trajetória só para dar uma aspa que renda uma manchete", concluiu.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!