menu
Topo

Sexo

Como aumentar a lubrificação feminina? Listamos maneiras eficientes

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

31/08/2018 04h00

Uma das principais causas de dor durante o sexo é a falta de lubrificação. Se você não está molhada o suficiente, o atrito do pênis na vagina vai provocar incômodo, prejudicar o relaxamento e, obviamente, acabar com qualquer chance de orgasmo. Afinal, como gozar se você está sofrendo?

As causas do ressecamento vaginal podem estar relacionadas tanto a fatores emocionais como físicas, mas existem vários modos de solucionar o problema, como mostram as ideias a seguir:

Veja também

Vá ao ginecologista regularmente

Em alguns casos, o ressecamento vaginal é sintoma de algum problema ginecológico (infecções ou corrimentos, por exemplo) ou de alterações hormonais que merecem atenção. Contudo, existem mulheres que passam por alterações hormonais que dificultam o processo. O médico também pode avaliar se o uso de certos medicamentos --anticoncepcionais e antialérgicos, em especial-- está ligado à questão, bem como orientar de modo correto como solucioná-la.

Adote a lubrificação artificial

Como assim? Simples: usando lubrificantes industrializados à base de água. Em qualquer farmácia ou sex shop existe uma gama imensa de produtos. Se você é alérgica, porém, escolha um de uma marca confiável e evite os que têm corantes, aromas e/ou funções como esquentar ou esfriar, pois podem provocar irritação.

Invista nas preliminares

Quanto mais excitada você estiver, mais lubrificada também vai ficar. Peça para o par caprichar nas carícias e no sexo oral, dedicando atenção redobrada ao clitóris.

Evite duchas vaginais

Se você faz parte do time de mulheres que cultivam uma preocupação excessiva com a higiene das partes íntimas, está na hora de relaxar. As duchinhas recorrentes, por exemplo, são prejudiciais porque alteram a flora vaginal e diminuem a defesa do organismo --além, é claro, de aumentar a probabilidade ao ressecamento. Lembre-se sempre que a própria vagina se encarrega de fazer a limpeza interna naturalmente.

Beba muita água

A desidratação do organismo pode ser uma das causas de uma vagina seca. Aquele conselho batido de beber cerca de dois litros de água por dia para se hidratar também é uma forma de combater esse desconforto.

Aplique hidratantes específicos

Converse com seu médico sobre a possibilidade de usar hidratantes próprios para a região, à base de hormônios, que devem ser aplicados internamente de três em três dias. Eles são ótimos, principalmente, para mulheres na fase do climatério ou da menopausa, quando há perda do ressecamento natural da vagina.

Aproveite a fase de maior umidade natural

Sabe aquele líquido branco que sai da sua vagina durante o período ovulatório? Ele pode ajudar na sua lubrificação durante o sexo. Quando a mulher ovula, aumenta a umidade natural da vagina. Se não quiser engravidar, porém, invista nas devidas proteções.

Masturbe-se

A estimulação do clitóris pode resultar no aumento da lubrificação. Além disso, ao praticar o sexo solitário você tem a oportunidade de descobrir como, onde e em que intensidade prefere ser tocada --um aprendizado que, posteriormente, você pode transferir para a transa a dois, elevando o seu nível de excitação.

Banque a pompoarista

Não precisa se tornar uma expert, apenas praticar os exercícios básicos. Imagine que está tentando segurar o xixi, apertando a vagina. Depois, relaxe e solte. Faça isso várias vezes por dia e, pouco a pouco, você vai sentir o resultado no sexo. A ginástica íntima ajuda a aumentar a lubrificação vaginal porque trabalha diretamente na estimulação da circulação sanguínea local.

Cuide da alimentação

Café e bebidas alcoólicas costumam impactar na hidratação do organismo --portanto, tome com moderação. A vitamina E aumenta a quantidade de sangue nas paredes da vagina, melhorando a lubrificação local, enquanto a vitamina D é boa para aliviar a secura associada ao aumento do pH. Vale a pena consultar um ginecologista e/ou um nutricionista para averiguar a necessidade de suplementos alimentares à base dessas vitaminas. Fitoestrogênios, substâncias semelhantes ao hormônio feminino estrogênio (estimulante da lubrificação), são encontrados em alimentos como linhaça, soja, tofu, inhame, alfafa, cevada e sementes de abóbora.

Fantasie e relaxe

Ao se masturbar ou quando estiver na cama com o par, deixe sua imaginação fluir solta. Mesmo que dificilmente saiam da sua cabeça, as fantasias sexuais são ótimas para que o seu cérebro entenda que está excitada e o seu corpo passe a liberar todos os hormônios para que a lubrificação aconteça. E tenha em mente que a lubrificação está totalmente associada à sua tranquilidade na hora do sexo, ao se permitir ficar excitada e curtir o momento. Deixe o estresse e as preocupações longe do quarto.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!