menu
Topo

Diversidade

Menino de 9 anos se suicida nos EUA e mãe culpa homofobia no colégio

Reprodução/Facebook
Jamel e a mãe, Leia Imagem: Reprodução/Facebook

Da Universa

28/08/2018 08h55

Com apenas 9 anos, Jamel Myles cometeu suicídio no último dia 23 e o caso chocou a cidade de Denver, nos Estados Unidos. O motivo para a ação desesperada do garoto teria sido bullying de colegas de escola por Jamel ter se revelado gay, conta a mãe Leia Pierce.

Em entrevista ao "The Denver Post", ela disse que o menino teria se descoberto homossexual nos últimos meses. Ela afirma, ainda, que ele foi ao primeiro dia de aulas, no último dia 20, com unhas postiças e teria sido alvo de xingamentos de outras crianças. "Ele não merecia isso. Ele queria fazer todo mundo feliz ainda que ele não estivesse feliz", declarou.

Veja também

"Ele estava assustado porque era um menino e para eles é mais difícil", disse a mãe, que revelou que foi a irmã mais velha de Jamel que revelou que colegas disseram que ele deveria se matar quando ele se revelou gay.

Jamel queria ser uma estrela do YouTube, segundo a família. "Ele era a alma mais gentil", disse a mãe.

A Joe Shoemaker  Elementary  School afirmou por meio de um porta-voz que a morte será tratada como uma oportunidade de debate entre professores, pais e alunos.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!