menu
Topo

Relacionamentos

Casamentos turbulentos podem causar sérios danos à saúde, diz pesquisa

iStock
Casos extremos podem afetar a função cardíaca e o sistema imunológico Imagem: iStock

Da Universa

16/07/2018 18h13

Um casamento ruim, cheio de brigas e desentendimentos, pode "azedar" muitas coisas -- inclusive a saúde. 

De acordo com psicólogos das universidades de Nevada e Michigan, nos Estados Unidos, conflitos frequentes (e mal resolvidos) podem impactar diretamente no funcionamento do corpo, causando estresse, inflamações e mudanças no apetite, por exemplo. 

Veja também

A pesquisa estudou a rotina dos primeiros 16 anos de casamento de 373 casais heterossexuais, categorizando o motivo de cada desentendimento: filhos, dinheiro, parentes, viagens, entre outros. 

O mais curioso? Quem sai de um casamento turbulento com a saúde mais prejudicada, em geral, são os homens. 

"Conflitos podem ser ainda mais prejudiciais para a saúde se os cônjuges são hostis ou defensivos durante as brigas ou, ainda, se eles discutem o mesmo assunto repetidas vezes sem solução", disse Rosie Shrout, psicóloga envolvida no estudo, ao "The Guardian". 

Em casos mais extremos, um casamento turbulento pode afetar a função cardíaca e o sistema imunológico -- impacto que, segundo ela, pode ser comparado aos danos do uso contínuo de álcool e cigarros. 

O "nível" de saúde de esposos e esposas foi calculado de acordo com a resposta deles para perguntas como "você tem problemas para dormir?", "você tem dores de cabeça" e "você é saudável o suficiente para fazer o que tem vontade?", entre outras. 

Apesar de tudo isso, pessoas casadas, em geral, vivem mais do que os solteiros. 

"Não é o fato de assinar um papel que muda tudo, mas o que um cônjuge faz pelo outro e como se tratam durante anos juntos que pode afetar a saúde", explica Shrout.