menu
Topo

Violência contra a mulher

Criança que teve cabelo alisado recupera cachos: "Me sinto mais bonita"

Amanda Serra

Da Universa

07/07/2018 11h01

Após saber do caso de Isabella Fernandes, 8, que teve os cabelos cortados e alisados pela madrasta, a cabeleireira Creuza Oliveira procurou a mãe da menina, Fernanda Taysa Fernandes, de 29 anos. Creuza  se ofereceu para recuperar os cachos da garota. Mãe e filha aceitaram e, na última sexta-feira (6), Bella voltou a ter cabelo cheio e com cachos, como gosta.

“Ela chegou ao salão bem cabisbaixa, com a autoestima baixa, não queria que tocássemos no cabelo dela, tinha acabado de voltar de uma consulta com a psicóloga. Estava com medo e bem desconfiada. Mas, com jeito, mostrando fotos, explicando o que iria fazer, ela foi se abrindo e confiando em mim. Foi emocionante”, conta a cabeleireira à Universa.

Veja também

"Agora, estou muito feliz! Eu me sinto muito mais bonita, mais bela. Agora, só quero que o cabelo cresça rápido, porque, do jeito está, parecen de bebê", diz Bella. 

“Devolveram o sorriso da minha filha. Ela é outra criança. Hoje, já vamos até passear no centro, para mostrar os cachos, porque nem sair ela queria. Saímos do salão com a Bella pulando. Difícil até segurar na rua. Estou mais contente do que ela. Eu me sinto gratificada. Desde o ocorrido, ela ficava na frente do espelho puxando os fios para ver se voltava”, conta Fernanda à reportagem.

Com o auxílio de JP Freitas, cabeleireiro especialista em crespos e cacheados de São Paulo, a mineira de Governador Valadares fez um teste no cabelo de Bella para descobrir se tinham usado algum tipo de química, ao descobrir que ele havia sido apenas alisado com uma chapinha e passado por uma escova, ela usou técnicas de reconstrução e hidratação para recuperar os cachos que foram queimados com o procedimento anterior muito agressivo. O processo durou cerca de 1h30 e não teve nenhum custo. "Ela está com um buraco no cabelo por conta dos fios que queimaram, mas os cachos voltaram e voltarão mais", diz a profissional.

Fernanda já havia lavado o cabelo da filha em casa três vezes, mas os cachos não tinham voltado.

“Assim que terminamos, a Bella olhou no espelho e disse: ‘Estou parecendo uma menina novamente. Gosto do meu cabelo assim, com muito volume’. Foi gratificante e me senti honrada com a oportunidade de vê-la se reconhecendo novamente”, afirma Creuza.

Logo após o tratamento capilar, Bella ganhou uma maquiagem e uma sessão de fotos amadora. A garota voltará ao salão no próximo domingo (8). “Ela quer o mesmo penteado, o cabelo bem cheio para poder ir para escola na segunda. Quero continuar cuidando dela”, afirma a profissional.

Entenda o caso

Reprodução/Facebook
Imagem: Reprodução/Facebook

No último fim de semana, Bella voltou da casa do pai chorando e com os cabelos – que eram encaracolados e compridos – lisos e curtos. A madrasta realizou o procedimento com autorização do pai da enteada. Fernanda questionou o ex-marido Diego por que ele não pediu sua autorização, já que é mãe da garota e também responde por ela. 

A nova namorada não conhecia Bella pessoalmente. “Antes mesmo de falar 'oi' para a minha filha, ela disse: ‘Prende esse cabelo, Bella’. Achei estranho, mas não falei nada. Antes de mandá-la para a casa do pai, orientei: ‘Filha, você só vai prender seu cabelo se você quiser’, lembra Fernanda.

A reportagem falou com Diego, pai da menina, e ele negou as informações. “As coisas não aconteceram dessa forma, mas prefiro não me pronunciar sobre o caso. A repercussão negativa já atingiu a minha filha e não quero expô-la”.

Além de ter buscado ajuda psicológica para filha por conta do divórcio e do trauma que a modificação no cabelo provocou, Fernanda também entrou com uma ação para que Diego não tome mais nenhuma decisão sozinho em relação a Bella, inclusive, um corte de cabelo, algo que interfere diretamente na personalidade da menina. A mãe da garota também estuda exigir guarda assistida na Justiça.

Veja como foi a recuperação: