Topo

Direitos da mulher

Donald Trump faz piada com o movimento #MeToo em discurso nos EUA

Da Universa

06/07/2018 13h52

Em mais uma provocação à senadora democrata Elizabeth Warren, que afirma ter ascendência nativa americana, Donald Trump caçoou do #MeToo. Desde o ano passado, o movimento deu voz a várias vítimas de abuso e revelou acusações contra famosos, inclusive contra o presidente norte-americano.

Trump sugere que ele gostaria de fazer um teste da ascendência de Elizabeth Warren, "mas temos que ser gentis porque estamos em uma geração #MeToo".

Veja também

O caso

Trump tem zombado com frequência da senadora do estado de Massachusetts e suas reivindicações de ter ascendência nativa americana. Segundo ele, Warren visaria, assim, promover a própria carreira acadêmica.

A destacada democrata liberal e estudiosa da área jurídica, que lecionou na Faculdade de Direito de Harvard, revelou em 2012, numa entrevista à agência Associated Press, que seus pais lhe haviam contado sobre sua herança indígena. Warren é feroz opositora de Trump e foi conselheira do ex-presidente Barack Obama, antes de ser eleita para o Senado americano em 2012.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!