menu
Topo

Diversidade

Deu amor e deu negócio: casal "Diva Depressão" se conheceu no Bate-papo UOL

Acervo pessoal
'Para encontrar o amor no Bate-papo UOL, você deve estar aberto a conhecer novas pessoas', aconselha o casal Diva Depressão. Imagem: Acervo pessoal

Natasha Bin

Colaboração para o Bate-papo UOL

04/07/2018 17h35

Amor, bom humor e um toque de dramaticidade. Essa é a receita que faz da Diva Depressão um fenômeno nas redes sociais. Criada em 2012 no Facebook, a página é fruto do namoro do casal de designers Filipe Oliveira e Eduardo Camargo, que se conheceu em 2009 em uma sala do Bate-papo UOL. Sem medo de rir das piadas internas, eles apostaram em torná-las públicas e fazer mais gente se divertir com eles. O resultado? Milhões de seguidores, fama e um relacionamento cheio de cumplicidade, parceria e nenhuma monotonia.

Veja também

Como tudo como começou

Quem os vê agora, famosos e cobiçados, nem imagina que tudo começou de forma virtual e séria. 'Estávamos em uma sala para gays de São Paulo e tentávamos ao máximo deixar claro no nosso apelido as nossas intenções', relembra Eduardo, que frequentemente usava o apelido 'edu_serioABC' no BP UOL. Apesar de 'cafonas', como eles mesmo definem, os nicks foram o chamariz para o início da conversa: ambos eram de cidades do ABC, região metropolitana de São Paulo, e Filipe também usava a combinação de letras em sua identificação no chat.

Acesse as salas 'Gays' do Bate-papo UOL

Conversa vai, conversa vem, a dupla decidiu marcar um encontro real. 'Porém, naquela ocasião, não rolou nada. Só fomos nos reencontrar muitos meses depois, em um show da cantora Pitty. No dia seguinte, o Filipe passou a me mandar algumas mensagens no celular me chamando para sair e eu aceitei. Daí foi tudo muito rápido. Em uma semana, nós já estávamos superapaixonados e namorando', conta Edu.

Do amor ao humor e do humor ao sucesso

Apesar de procurarem passar seriedade nas salas de Bate-papo, na vida real a coisa era bem mais descontraída. Em julho de 2012, foi criada uma das páginas de maior sucesso na internet. 'A Diva Depressão é fruto de piadas internas e nasceu sem pretensão nenhuma de se tornar um fenômeno. Era só uma forma de compartilhar nossas experiências e experiências de terceiros'.

Edu e Filipe juntavam boas doses de humor e drama ao que viviam e presenciavam: se inspiraram na vida de celebridades e criaram coleções do que na época já poderiam ser memes, mas o termo nem existia. Da página no Facebook veio o blog, já extinto, e então a maior empreitada: um canal no Youtube que já contabiliza mais de 1,4 milhão de inscritos. E você pensa que eles estão satisfeitos? 'Vocês irão ver a Diva Depressão em mais lugares em breve', promete Edu, que assumiu que tem projeto novo (e secreto) vindo aí.

Enquanto não aparecem além dos canais e dos eventos mundo afora, Edu e Filipe reuniram algumas dicas para quem quer encontrar a sua metade da laranja (ou de qualquer outra fruta) no mundo virtual, assim como eles se encontraram no BP UOL.

5 dicas do casal Diva Depressão para encontrar um amor verdadeiro no Bate-papo UOL

1 - Seja verdadeiro

Honestidade é importante desde o primeiro 'oi, quer tc?'. 'Se você começa a inventar muita coisa ou se mostra uma pessoa diferente do que é, corre o risco de se enrolar muito e se contradizer, caso o romance vá adiante. Isso também inclui usar fotos fakes, viu?'.

2- Livre-se de preconceitos e julgamentos

'Para encontrar o amor verdadeiro (seja no Bate-papo ou até fora dele) você deve estar aberto a conhecer novas pessoas, sem julgá-las apenas pelo que elas dizem ou aparentam. Ser mais empático é um bom caminho'.

3- Não se deixe ser esquecido

Sabe aquela história de que quem não é visto não é lembrado? Para o casal, o lema faz ainda mais sentido no ambiente virtual. 'Procure entrar com frequência no Bate-papo e responder às mensagens dos outros participantes'.

4- Deixe claro quais são as suas intenções

'Tem gente que entra no Bate-papo buscando apenas uma companhia, algo sem compromisso nenhum. Não há problema nisso, desde que isso esteja claro desde sempre, para não magoar ninguém. Se o propósito é encontrar um amor verdadeiro, fale sobre a sua vontade de ter algo sério, se faça presente, marque um encontro e saia do virtual quando se sentir seguro para isso'.

5 – Una o virtual ao real

'Acreditamos que relacionamentos virtuais sejam mais práticos, mas é importante ter cuidado e ir atrás do REAL depois'. Veja aqui dicas de algumas precauções que você deve tomar antes de marcar um encontro com alguém que conheceu no chat.