Violência contra a mulher

Homem é preso em flagrante por assediar passageira no metrô de São Paulo

Flavio Florido/Folha
O acusado será investigado com ajuda das câmeras de segurança do vagão Imagem: Flavio Florido/Folha

Da Universa

12/06/2018 17h00

Um homem de 32 anos foi preso depois de abusar sexualmente de uma passageira na segunda-feira (11), dentro de um vagão do metrô de São Paulo. 

De acordo com a Polícia Militar, o agressor teria aberto o zíper da calça, colocado o pênis para fora e mostrado à vítima, tentando encostar nela. 

Veja também 

Quando a vítima reagiu, próximo à estação Pedro II, da Linha 3-Vermelha, o homem saiu correndo e desceu na próxima estação, mas foi reconhecido pela polícia e preso em flagrante próximo à Rua 25 de Março, no centro da cidade. 

Na delegacia, ele foi indiciado por violação sexual mediante fraude e será investigado, com a ajuda das câmeras de segurança do vagão. 

Em resposta enviada à Universa, o Metrô de São Paulo afirmou condenar a prática de crimes dentro ou fora do transporte público e coloca 3 mil agentes de segurança e de estação, treinados e preparados para atender e acolher as vítimas dentro do sistema metroviário, a fim de coibir ações como essa.

"Na manhã de ontem (11), um indivíduo suspeito de assédio a uma usuária do Metrô, na Estação Pedro II da Linha 3-Vermelha, foi detido pela Polícia Militar nas proximidades da Avenida Alcântara Machado e, posteriormente, encaminhado para a 1ª Delegacia de Defesa da Mulher.

O Metrô de São Paulo condena a prática de crimes dentro ou fora do transporte público. Para coibir este tipo de crime, a Companhia possui uma rede de auxílio com mais de 3 mil agentes de segurança e de estação, treinados e preparados para atender e acolher as vítimas dentro do sistema metroviário que é monitorado por câmeras de vigilância instaladas nas estações e trens, para ajudar na identificação dos infratores. Além disso, os passageiros têm à sua disposição o aplicativo de celular “Metrô Conecta” e o serviço SMS-Denúncia do Metrô (97333-2252) por onde podem enviar informações, fotos e vídeos de ocorrências e, com isso, possibilitar o deslocamento imediato dos seguranças para o local da ocorrência. O usuário pode ainda informar o fato imediatamente a qualquer funcionário do Metrô."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
EFE
Da Universa
Da Universa
DW
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
BBC
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
ANSA
Da Universa
Da Universa
Da Universa
ANSA
AFP
AFP
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Topo