Violência contra a mulher

Na China, maternidade impede mãe de ver filhas até o pagamento das despesas

Da Universa

24/05/2018 12h00

Imagine dar à luz e não poder ver o rostinho do bebê que acabou de nascer. Foi o que aconteceu com Juliana Brandy, imigrante liberiana na China, que levou cinco dias para ver as filhas gêmeas depois do parto. 

Essa foi a forma que o Hospital do Povo do Distrito de Huadu encontrou para garantir que a conta de 600 dólares fossem pagas à maternidade.

Veja também: 

A mulher de 28 anos, que não fala chinês e estava com o visto de permanência no país vencido, só conseguiu amamentar as filhas depois de cinco dias tentando se comunicar com as autoridades do hospital. 

Antes das cobranças pela internação e estadia no hospital, Juliana teve que pagar uma "taxa de ambulância" de 130 dólares e os médicos que fizeram a cesariana, que cobraram 790 dólares. 

O valor total, que bateu os 3 mil dólares (quase 11 mil reais) depois de oito dias no hospital, foi pago com a ajuda de amigos e de uma arrecadação coletiva. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!

Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
BBC
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
EFE
Da Universa
Da Universa
DW
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
Da Universa
AFP
Da Universa
BBC
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
ANSA
Da Universa
Da Universa
Da Universa
ANSA
AFP
AFP
AFP
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Da Universa
Topo