menu
Topo

Direitos da mulher

"Sou tudo que um dia eu sonhei pra mim": versão feminista de samba viraliza

Reprodução/ Facebook
Projeto Samba Que Elas Querem viraliza com versão feminista de "Mulheres", de Martinho da Vila Imagem: Reprodução/ Facebook

da Universa

28/04/2018 19h55

"Eu não sei por que eu tenho que ser a sua felicidade. Não sou sua projeção, você é que se baste. Não tenho amor assim, quero longe de mim. Sou mulher, sou dona do meu corpo e da minha vontade. Fui eu que descobri poder e liberdade, sou tudo o que um dia eu sonhei para mim".

Cante o trecho acima ao ritmo de "Mulheres", de Martinho da Villa e estará entoando a paródia feminista da música que está bombando no Facebook. A versão foi gravada na roda "Samba que Elas Querem", em 20 de abril, no Rio de Janeiro.

Veja também

Na letra feminista do sucesso da MPB, as artistas questionam ideias machistas presentes na letra original, como a idealização de uma mulher perfeita ou os diversos estereótipos, como a desequilibrada, a donzela ou a meretriz. A música ainda faz homenagem a mulheres como Elza Soares e Marielle.

O vídeo do samba já foi visto quase meio milhão de vezes e teve 11 mil compartilhamentos.

O projeto "Samba Que Elas Querem" é organizado por mulheres para trazer maior presença e protagonismo feminino ao cenário do samba no Rio de Janeiro.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário da Universa. É grátis!