menu
Topo

Diversidade


Revista de moda rejeita ensaio com negra e só aceita brancas, diz fotógrafa

Getty Images
Imagem: Getty Images

Da Universa

2019-04-23T10:22:13

23/04/2019 10h22

Apesar da urgência por diversidade no mundo da moda, alguns nichos ainda resistem em quebrar o padrão. Segundo reportagem do site "WWD", a fotógrafa Brenda Nasr teve um ensaio rejeitado pela "Glamour" húngara. O motivo? A modelo era negra.

Em uma mensagem no Instagram revelada pela profissional, um membro da equipe da publicação que pertence ao grupo Condé Nast diz com todas as letras: "Infelizmente nosso mercado é um pouco diferente, então só podemos ter editoriais com modelos caucasianas".

Após procurar representantes do grupo nos Estados Unidos, a fotógrafa recebeu um pedido formal de desculpas de Krisztina Maróy, editora-chefe da publicação, que disse que o mal-entendido pode ter acontecido uma vez que a funcionária que rejeitou o ensaio não tem inglês como seu primeiro idioma e que a publicação já contou com modelos não-caucasianas.

O presidente da Condé Nast Internacional, Wolfgang Blau, no entanto, foi muito mais enfático e considerou a resposta da editora freelancer de beleza à fotógrafa ofensiva e disse que ela nunca mais trabalharia em nenhuma das publicações do grupo.

O ensaio, no entanto, não foi perdido e deverá sair pela "Cosmopolitan" da Lituânia no próximo mês, país muito próximo à Hungria, também de maioria branca.