menu
Topo

Diversidade


Blog da Morango

O que as garotas de programa não contam

Nada de Kama Sutra ou filmes pornô. O que elas sabem e fazem na cama, aprenderam instintivamente, na prática. Esqueça as perguntas clichês como "já ter se apaixonado por um cliente" ou "realmente curtir fazer sexo anal". Yasmin, Gabi e Belle são três acompanhantes experientes que abrem o jogo sobre o que as garotas de programa geralmente não contam."Eu comecei com 18, hoje tenho 21 e não tenho nenhum problema em mostrar o rosto. Sempre recebia propostas pra sair por dinheiro. Um dia aceitei e vi que ganharia muito mais do que como atendente em cinema, que é o que eu fazia na época", revela Yasmin Bergamin, que no Twitter, onde tem mais de 46 mil seguidores, se apresenta como "acompanhante ninfeta, namoradinha perfeita".