menu
Topo

Direitos da mulher


"Trump deu início a uma guerra contra as mulheres", diz senadora americana

Getty Images
A senadora Kirsten Gillibrand Imagem: Getty Images

Da Universa

2019-05-19T19:50:00

19/05/2019 19h50

Senadora americana e pré-candidata à presidência dos Estados Unidos, a democrata Kirsten Gillibrand afirmou que o presidente Donald Trump deu início a uma "guerra contra as mulheres" no país.

Gillibrand deu uma entrevista à rede CBS e falou sobre as leis aprovadas em diferentes estados americanos que proíbem o aborto em qualquer circunstância, inclusive em casos de estupro ou incesto.

No Missouri, a nova regra foi aprovada por parlamentares na sexta-feira (17) e aguarda a assinatura do governador, o republicano Mike Parson, para começar a valer. Parson já se manifestou dizendo que fará do Missouri "um dos estados pró-vida mais fortes do país". No Alabama, a lei está em vigor desde quarta-feira (15).

"Isso não é nada menos do que um ataque total à liberdade reprodutiva das mulheres e um esforço para tirar nossos direitos civis", disse Gillibrand. "O presidente Trump começou uma guerra contra as mulheres americanas. Se é luta o que ele quer, é luta que ele vai ter. E vai perder. "

Gillibrand, que lançou, em março, sua candidatura para as eleições primárias do partido Democrata, já colocou os direitos das mulheres no eixo de sua campanha.

"As pessoas podem ter suas opiniões individuais sobre o tema. Não há nada de errado em ter uma perspectiva religiosa nessa questão", disse. "O que eu não concordo é que um líder ou candidato político não acredite na aplicação total dos direitos civis para as mulheres."