Universa

Você sabe conversar com seu parceiro?

Getty Images
Imagem: Getty Images

O diálogo é fundamental para uma relação de respeito, mas brigas só magoam. Você dialogar com seu par? Descubra com o teste elaborado com a consultoria da psicóloga Graziela Baron Vanni, autora do livro "Amor, Ciúme e Infidelidade" (Editora Letras do Brasil).

  • Getty Images

    Sim, sabe conversar

    Você sabe expressar os seus sentimentos com equilíbrio e só fica satisfeito quando todos estão felizes. "Pessoas assim têm a qualidade de se colocar no lugar do outro", explica a psicóloga Graziela Baron Vanni. Exatamente por isso, você tem mais facilidade para evitar julgamentos e críticas desnecessários e para ouvir e considerar o lado do parceiro. E esse é o caminho ideal para construir uma relação saudável e feliz.

  • Getty Images

    Não, tem medo de se expressar

    Para evitar desentendimentos, você prefere relevar tudo o que o parceiro faz e te desagrada. Tome cuidado! Esse excesso de paciência pode esconder insegurança e falta de amor-próprio. "Na tentativa de evitar brigas, a pessoa acaba se tornando passiva. E esse comportamento pode indicar, na verdade, o medo do abandono e da rejeição", afirma a psicóloga Graziela Baron Vanni. É preciso respeitar a própria individualidade e desenvolver a autoestima. Assim, conseguirá viver um relacionamento equilibrado e se sentir à vontade para expressar o que sente ao par.

  • Getty Images

    Não, você fala demais

    Quando o assunto é discutir a relação, o seu lema é "toda hora é hora". Mas é preciso ficar atento para não fazer tempestade em copo d'água, ou o seu relacionamento poderá ir pelo ralo. "Discutir com o parceiro frequentemente pode ser um indício de que a pessoa quer mudar o outro ou que está insatisfeita com o par", diz a psicóloga Graziela Baron Vanni. É importante ter em mente que as pessoas mudam quando acham que precisam e não quando os outros desejam. Por isso, faça um exercício de autoconhecimento e tente descobrir o que você espera da relação. Com essa resposta, será mais fácil respeitar a individualidade do parceiro e encontrar o equilíbrio na união ou partir para outra.

  • Getty Images

    Não, guarda tudo e despeja depois

    Você dá tudo para não entrar em uma briga, por isso evita ao máximo discutir com o parceiro. Porém, não se esquece de nada que o desagrada e, mais tarde, aproveita para despejar nele todas as suas insatisfações de uma vez só. "O desequilíbrio é inadequado para os dois lados. Falar demais pode acabar com a relação, não falar e explodir em uma determinada ocasião também", diz a psicóloga Graziela Baron Vanni. Perder a cabeça assim é prejudicial não apenas para o relacionamento, mas também para a sua saúde. Procure aproveitar os momentos em que está de cabeça fria para conversar sobre aquilo que não está lhe agradando na relação, e não deixe os problemas virarem uma bola de neve.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Universa

Topo