Universa

Você precisa de uma relação romântica?

Thinkstock
Imagem: Thinkstock

Há quem aprecie grandes gestos de amor, enquanto outros preferem encarar o relacionamento de maneira mais prática. Faça o teste elaborado com a consultoria do psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami, e descubra qual é o seu perfil.

  • Thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Praticidade em pessoa

    Você não precisa de um relacionamento romântico e nem gosta da ideia clássica de romantismo, difundida entre muitos casais. Para você, é no dia a dia que o verdadeiro sentimento se mostra, em pequenos gestos que demonstram cuidado e interesse pela vida do outro. No entanto, a sua maneira prática de enxergar os sentimentos pode ser interpretada como frieza por um par mais sentimental. ?A dica, neste caso, é se permitir receber o carinho e considerar que o outro também precisa ser agradado vez ou outra?, aconselha o psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami.

  • Thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Romantismo na medida

    Você não precisa de uma relação romântica, mas gosta! O que diferencia você dos românticos assumidos é o seu senso de realidade, que o impede de idealizar demais e exigir grandes gestos de amor do parceiro a todo o momento. 'O romantismo é muito importante, mas deve sempre respeitar os limites do outro. É necessário entender que o mundo não gira em torno do relacionamento', afirma o psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami. Por ter consciência disto, você pode ser descrita como uma pessoa equilibrada e segura.

  • Thinkstock
    [[pts]] de 60 pontos

    Quanto mais romantismo, melhor

    Você precisa que o outro demonstre os sentimentos planejando surpresas, declarando-se e criando situações dignas de uma trama de cinema. O seu desafio, porém, é entender que não é sempre que o romantismo estará presente na relação, especialmente depois de um tempo de convivência. 'Quem tem este perfil costuma ter crises de impulsividade e agressividade quando não é correspondido da maneira que esperava, e isto pode levar ao fracasso do relacionamento', pondera o psicólogo Alexandre Bez, especialista em relacionamento pela Universidade de Miami.

  • [[pts]] de 60 pontos

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Universa

Topo