menu
Topo

Transforma

Mulheres protagonizam um mundo em evolução

Paris inaugura centro exclusivo para mulheres sem-teto

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Da RFI

30/11/2018 14h10

A prefeitura da capital francesa inaugura, neste sábado (1), um local totalmente dedicado ao atendimento de mulheres que vivem nas ruas. O centro, situado no 13° distrito, será gerenciado por duas associações parisienses.

A prefeitura da capital francesa inaugura, neste sábado (1), um local totalmente dedicado ao atendimento de mulheres que vivem nas ruas. O centro, situado no 13° distrito, será gerenciado por duas associações parisienses.

Na "Cité des Dames" (Cidade das Mulheres, em tradução livre), as sem-teto poderão tomar banho, lavar roupa, descansar e comer. Elas também poderão consultar uma enfermeira especializada no acompanhamento da gravidez, conhecida como sage-femme na França, ou psicólogos. O local estará aberto durante todo o ano. A estrutura também aceita cães e outros animais de companhia, o que é raro no país.

Veja também 

Cerca de 50 mulheres poderão dormir à noite no local, enviadas por outras associações. “O apoio às mulheres sozinhas e sem casa em Paris ainda é insuficiente”, declarou Nadège Passeareau, da associação ADSF (Agir pela Saúde das Mulheres). “Sempre se falou em abrigo para famílias, mas esquecemos que existem mulheres solitárias”, declarou. As sem-teto estão expostas a violências físicas e sexuais, e costumam se esconder em estacionamentos, hospitais e prédios.

Segundo dados do Insee, o Instituto francês de estatísticas demográficas, em 2012 dois de cada 5 sem-tetos franceses eram mulheres – o que representa cerca de 3 mil pessoas.

Prefeitura também vai acolher mulheres que vivem na rua

A abertura do centro vem acompanhada de outras iniciativas. Recentemente, o prédio histórico onde está situado o Hotel de Ville, sede da prefeitura da capital, anunciou que abrirá suas portas para os sem-teto a partir de 11 de dezembro, que terá capacidade para receber 75 mulheres de dia e outras 50 à noite.

Mais Transforma