Topo

Diversidade


Patricia Arquette pede inclusão na arte: "Nossas histórias são limitadas"

Valery Hache/AFP
Imagem: Valery Hache/AFP

Da Universa

2019-06-18T15:13:41

18/06/2019 15h13

Já imaginou o que seu ator favorito faria se não estivesse atuando? Patricia Arquette respondeu a uma série de perguntas da revista "Marie Claire" e admitiu que escolheria a medicina como profissão em um universo em que não atuasse. "Seria parteira", confessou.

Além disso, a estrela da série "Escape at Dannemora", defendeu a necessidade de se ter um cenário mais inclusivo no meio artístico.

"Acho importante termos elencos com misturas raciais e todo o tipo de classes, incluindo as discriminadas. Sinto que nossas histórias são limitadas porque falta representatividade e é uma pena que isso aconteça na arte", desabafou.

Arquette também usa de sua popularidade para apoiar movimentos socioambientais, como a GiveLove. A atriz contou que quando não está trabalhando, usa seu tempo livre para apoiar a organização. "Eles criam soluções de saneamento ecológico no mundo em desenvolvimento", contou.

Apesar de ser uma das atrizes mais prestigiadas da sua geração, Patricia Arquette revelou que o primeiro dinheiro que ganhou na vida foi como babá. E quando a pergunta foi sobre a comida que mais ama e não tem vergonha de admitir, ela foi enfática: batata frita do McDonald's.