Topo

Mês do Orgulho LGBTQ+


Youtuber assume ser gay em vídeo viral: "Não conheço ninguém 100% hétero"

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

2019-06-14T12:31:20

14/06/2019 12h31

Daniel Howell aproveitou o Mês do Orgulho LGBTQ+ para assumir aos seus 18 milhões de seguidores ser gay. O britânico publicou um vídeo, com o título "Basicamente, eu sou gay", na quinta-feira (13) para falar sobre o assunto.

Na publicação, o jovem, 28, fez questão de comunicar seus 6,4 milhões de inscritos no canal - além de mais de 8,7 milhões de seguidores no Twitter e 3,8 milhões no Instagram, sobre a decisão de tornar sua orientação sexual.

"Eu sempre quis divulgar o próximo vídeo no mês de junho [por causa do Mês do Orgulho LGBTQ]. Acabei demorando um ano inteiro, mais do que eu pensava, mas aqui estamos de novo e agora é a hora", iniciou.

Ao longo do vídeo, Daniel reforça sua crença de que ninguém o achava heterossexual, mas considerou importante tomar essa atitude.

"Alerta de spoiler: não sou heterossexual. Vivemos em um mundo heteronormativo, o que significa que as pessoas presumem que você é hétero. E se você não é, em algum momento você tem que se assumir. Tenho certeza absoluta que ninguém que me conhece acha que sou heterossexual, então eu não preciso 'sair do armário', mas estou aqui apenas para esclarecer que minhas preferências sexuais ainda é algo vago, discutível, confuso e misterioso", diz.

O youtuber cita ainda a pressão interna que sofreu ao longo de todo esse tempo, como quando sofreu bullying pela necessidade das pessoas em rotularem umas às outras.

"As pessoas sentem a necessidade de colocar rótulos, dar nomes às coisas, porque é assim que os humanos se comunicam. E se vocês me perguntarem, eu não conheço ninguém 100% heterossexual. Há muitas questões emocionais e sociais no meio de tudo isso e ainda é difícil de entender certos sentimentos e atrações", analisou.

Assim que assumiu ser gay, Daniel se tornou um dos assuntos mais falados do Twitter e despertou o apoio de várias outras pessoas da comunidade LGBTQ. O vídeo, até a publicação desta matéria, já ultrapassou os 5 milhões de visualizações.

Mais Mês do Orgulho LGBTQ+