Topo

Direitos da mulher


Hotel em Michigan oferece estadia gratuita para mulheres que querem abortar

Xinhua/Li Ying
"Mantenham o aborto seguro", pede mulher em protesto Imagem: Xinhua/Li Ying

Da Universa, em São Paulo

2019-06-09T20:08:41

09/06/2019 20h08

Após os estados norte-americanos do Alabama, Ohio, Georgia, Arkansas e Missouri colocarem leis antiaborto em vigor, um hotel localizado na pequena cidade de Yale, em Michigan decidiu se colocar à disposição de mulheres que decidem viajar ao estado para terem direito à interrupção da gravidez.

A gerente do The Yale Hotel, Shelley O'Brian, publicou no Facebook uma nota especificando a assistência que o hotel dará. "Queridas irmãs que moram no Alabama, Ohio, Georgia, Arkansas, Missouri ou qualquer um dos outros estados que seguem leis semelhantes que restringem o acesso [ao aborto], não podemos fazer nada sobre a maneira como vocês estão sendo tratadas em seu estado de origem. Mas, se vocês puderem chegar a Michigan, nós as apoiaremos com várias noites de hospedagem e transporte de ida e volta de sua consulta".

A publicação já conta com mais de 2 mil comentários e 3 mil compartilhamentos no Facebook. Em entrevista ao canal "CNN", O'Brien reiterou seu apoio às mulheres que estão perdendo seus direitos reprodutivos. "As mulheres devem ter autonomia sobre seus próprios corpos. Se não temos controle sobre nossos próprios corpos, então este não é um mundo livre", pensa.

Por enquanto, segundo a gerente, nenhuma cliente surgiu procurando pelo serviço gratuito, mas ela garante que ele continuará disponível,