Topo

Direitos da mulher


Miley Cyrus é atacada por usar "roupa sexy" durante assédio de homem na rua

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Da Universa

2019-06-04T18:20:08

04/06/2019 18h20

Miley Cyrus está em trabalho de divulgação do seu novo projeto musical, o EP "She is Coming". Durante sua viagem a Espanha, onde se apresentou no festival Primavera Sound, um vídeo da cantora sendo assediada por um fã viralizou nas redes sociais. Nele, um homem a agarra e a beija sem o consentimento dela, que logo corre para perto do marido, o ator Liam Hemsworth.

A gravação correu o mundo e gerou revolta, pelo menos na maioria das pessoas. No entanto, um grupo de pessoas a atacou em suas publicações, justificando o assédio pelo fato da cantora estar usando roupas "sexy" e "de vagabunda".

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

"Você queria ser sexy, o que esperava disso?", escreveu um deles em um print compartilhado pela própria Miley em seu Instagram. "O que esperar quando elas se vestem como vagabundas?", questionou outro.

Em uma série de Stories, Miley manifestou seu repudio aos comentários e levantou uma nova hashtag #DontFuckWithMyFreedom, "não fode a minha liberdade" em português.

"Ela pode estar vestindo o que ela quiser. Ela pode ser virgem. Ela pode estar dormindo com 5 pessoas diferentes. Ela pode estar com seu marido. Ela pode estar com sua namorada. Pode estar pelada. Ela NÃO pode ser agarrada sem seu consentimento", escreveu ela.

O material de "She is Coming" traz o lado político de Miley Cyrus. Em seu Instagram, a cantora publicou uma foto em que aparece lambendo um bolo com os dizeres: "Aborto é uma questão de saúde", acompanhado da hashtag "Women rights are human rights", em português, "direitos das mulheres são direitos humanos".

Já em outro vídeo, Miley simula a masturbação com vídeo de frutas, a fim de acabar com o tabu da sexualidade feminina.