Topo

Sexo


Sexo

Adiar o orgasmo: 7 atitudes simples para fazer o sexo durar mais

iStock Images
Com alguns truques simples dá, sim, para aproveitar cada minutinho da transa Imagem: iStock Images

Heloísa Noronha

Colaboração para Universa

2019-05-29T04:00:00

29/05/2019 04h00

Você quer curtir ao máximo o momento da penetração ou simplesmente adiar o quanto puder o instante do orgasmo porque adora cada fase do sexo? Com alguns truques simples, que vão do controle da respiração até mudanças de posição, dá, sim, para aproveitar cada minutinho da transa.

Controle a respiração

Quando estamos num momento de excitação há uma descarga em todo nosso corpo: a circulação sanguínea acelera, os batimentos cardíacos aumentam e a temperatura do organismo também muda. Para que se tenha maior probabilidade de se ter orgasmo mais longo, o ideal é que se dê uma desacelerada nesse ritmo através da respiração e tentar levar um relaxamento consciente dos músculos das nádegas, das pernas e dos quadris. Respire fundo e solte, prestando atenção no ar entrando e saindo. Você ganhará maior controle da situação.

Desacelere

Já ouviu falar no Slow Sex? É uma técnica que prega fazer sexo de uma maneira mais lenta e suave e, assim, ter uma melhor conexão com o par. Até mesmo o ato de tirar a roupa deve demorar mais. Os beijos devem ser mais suaves e as carícias, mais delicadas. A ideia é prestar mais atenção nas reações do outro e na própria maneira de sentir cada etapa do sexo, ampliando a sua duração e intensidade.

Fique por cima

Em geral, quem fica por cima tem mais facilidade e rapidez para atingir o orgasmo, já que consegue controlar o ritmo, a intensidade e até os movimentos como gosta. Se você demora mais do que o parceiro para gozar, essa pode ser uma alternativa que permite observar se o homem está quase chegando lá e, assim, reduzir um pouco o ritmo até que atinja o ponto máximo de excitação. E, nessas condições, o homem fica mais relaxado e menos ansioso, demorando um tempinho extra para ejacular.

Troque de posição

Se o parceiro está prestes a ejacular, mas você não, proponha uma troca de posição. É importante, no entanto, que o novo tipo de encaixe não demore muito para acontecer, para manter o nível de excitação dos dois. Algumas posições estimulam mais do que a outras, seja por causa da sensação ou da visão que proporcionam, por isso, em alguns casos, escolher alguma diferente ajuda a penetração a durar mais tempo.

Masturbe-se para identificar seus gatilhos

O corpo envia alguns sinais quando a pessoa está prestes a ter um orgasmo. Exemplos: respiração mais intensa, contração do bumbum, vontade de apertar alguma coisa, inclinação com a cabeça para trás, clitóris mais inchado e sensível... Para identificar quais são os seus gatilhos, nada melhor do que apostar na masturbação. Assim, quando estiver com alguém, você consegue dar uma paradinha e estender o momento ou simplesmente se entregar à situação, conforme o seu desejo.

Transe durante o banho

No chuveiro ou numa banheira, fazer sexo debaixo d'água é uma experiência que, por si só, já acontece numa velocidade mais lenta do quando ocorre na cama. As preliminares acontecem de forma mais vagarosa e um pode curtir o corpo da outro e as carícias sem pressa.

Alternem o ritmo

Se ele está quase lá e você mal começou a entrar no clima, o segredo está em priorizar as suas necessidades, é claro. Para isso os estímulos devem se concentrar totalmente em você. É claro que é mais gostoso compartilharem o mesmo ritmo e se excitarem mutuamente, mas quando isso não acontece não há nada de mau em dar um tempo e priorizar quem está "para trás".

Fontes: Breno Rosostolato, psicólogo, educador sexual e cofundador do projeto de imersão para casais LovePlan; Carla Cecarello, psicóloga, sexóloga consultora do site C-Date e fundadora da ABS (Associação Brasileira de Sexualidade), e Leila Campos, sexóloga e terapeuta sexual, de Macaé (RJ).