Topo

Violência contra a mulher


Apenas 2% dos jovens britânicos acreditam que #MeToo surtiu efeito

Getty Images
Imagem: Getty Images

Da Universa

2019-05-16T10:36:21

16/05/2019 10h36

Pouco mais de um ano após a hashtag #MeToo ganhar as redes para dar voz a mulheres que sofreram assédio no trabalho, a percepção de que o movimento provocou mudanças parece ser ainda controversa.

Uma pesquisa do HuffPost UK e BBC Radio 5 Live revelou que apenas 2% das pessoas entre 20 e 29 anos no Reino Unidos acreditam que os protestos surtiram efeito.

Apesar da intensa cobertura de denúncias nas indústrias do cinema, música, saúde e mais, poucos dos 1 mil jovens que responderam à enquete acreditam que a nova postura teve efeito no dia-a-dia das pessoas comuns e no seu ambiente de trabalho.

Outra pesquisa, feita pela Young Women's Trust, também chegou à conclusão de que 32% das mulheres entre 18 e 24 anos não sabiam como denunciar um episódio de assédio no trabalho e que 30% delas acreditam que não haveria uma ação efetiva no combate à essa violência.