menu
Topo

Diversidade


Marca de artigos marciais cria faixa LGBT e oferece videoaulas para defesa

Reprodução
Imagem: Reprodução

Da Universa

2019-05-10T17:42:17

10/05/2019 17h42

O Brasil continua sendo o país que mais mata pessoas LGBTQ no mundo. De olho nesse índice alarmante a marca Kimonos Dojô decidiu unir forças e se engajar na causa. Com o intuito de combater o preconceito e os crimes de gênero, a empresa criou a faixa da resistência.

Feita com as cores do arco-íris, o produto já está à venda no e-commerce oficial da marca por R$ 149. "A faixa para quem luta a favor da liberdade e do respeito", diz o slogan do produto.

Divulgação
Imagem: Divulgação

Toda a renda obtida com as vendas da faixa será revertida para a ONG Coletivo Trans Sol, que trabalha ativamente para capacitar profissionalmente pessoas transexuais e travestis. Além disso, o conceito foi criado em parceria com a agência Y&R e conta também com um manual em vídeo com técnicas de defesa pessoal para situações de risco.

O Brasil faz de um LGBTQ uma vítima fatal a cada 19 horas. Em 2018, entre janeiro e setembro, foram registrados 125 casos de pessoas trans mortas em cidades brasileiras. Os dados foram divulgados pela organização não governamental austríaca Transgender Europe.