menu
Topo

Carreira e finanças


Carreira e finanças

Posta ou não? Aprenda a não dar bola fora no grupo do trabalho no WhatsApp

iStock
Segura esse dedo no grupo do trabalho! Imagem: iStock

Claudia Dias

Colaboração para Universa

2019-05-08T04:00:00

08/05/2019 04h00

Primeiro, foram os amigos; depois, a família e, como se mostrava inevitável, os grupos de WhatsApp invadiram o território profissional. É uma raridade encontrar alguém que não faça parte de, pelo menos, alguma conversa coletiva virtual, reunindo a turma com que já divide o escritório no horário comercial.

Mas tem gente que ainda não aprendeu os limites do bom senso neste "espaço" e segue cometendo deslizes. Para evitar saias-justas, recorremos ao trio Ana Lima, consultora de marketing de conteúdo e influenciadores digitais; Silvia Donati, personal & professional coach; e Thiago Valadares, especialista em comportamento digital, que listam regrinhas para você não dar bola fora a partir de agora.

Não cobre respostas

Lembre-se que ninguém é obrigado a responder mensagens logo em seguida, pois pode estar ocupado ou, simplesmente, não conseguir ajudar com a questão. Ficar cobrando respostas ("tem alguém aí?", "vocês só me ignoram") é reflexo de quem não sabe controlar a ansiedade ou não lembra que, para urgências, uma ligação ainda é o meio mais eficaz.

Áudios? Fuja deles!

Evite com todas as forças do universo enviar mensagens de voz para o grupo. Se não tiver como escapar (ou seja, só em emergências), nada de gravações infinitas, ok? Seja direto ou, no mínimo, divida em partes. Ah! melhor identificar por escrito, antes de cada áudio, qual o assunto.

Seja mais formal

Se nas conversas com a turma mais chegada você abusa de emoticons, abreviações, apelidos e coisas do tipo, lembre-se de que o papo com a equipe de trabalho pede uma certa formalidade -- até porque a maioria é só colega de firma e está no grupo por obrigação. Inclusive é importante lembrar que a hierarquia do ambiente real também vale no virtual.

Cuidado com os convites

Limite as conversas a assuntos profissionais, tá? Luiza Oliveira ainda era estagiária de advocacia quando convidou um grupo de empresários de certa empresa atendida pelo escritório para um jantarzinho na sua casa. "Queria convidar meus amigos, fiz textinho fofo, incluindo a receita que estava planejando preparar. Sem querer cliquei nesse grupo de trabalho, cheio de pessoas importantes e muito ricas, que começaram a me mandar emoticons de dúvida e risadas, até que um deles escreveu: 'Como?'", lembra a advogada, até hoje arrependida. "Só me restou pedir desculpas rapidamente e comunicar minha gestora, que orientou ter mais cuidado". De lá para cá, Luiza adotou o hábito de gravar nomes de clientes e qualquer pessoa ligada à vida profissional em caixa alta, para diferenciar bastante visualmente.

Vá para o privado

Se depois de 20 minutos só você e outra pessoa intercalam mensagens num grupo com mais de uma dezena de funcionários, é hora de migrar correndo para a conversa privada. Ninguém precisa acompanhar o papo da dupla, certo?

Temas proibidos existem, sim

Quase nem precisava falar, mas assuntos polêmicos, como religião, futebol e política; piadinhas e memes e o famigerado "bom dia" todo-santo-dia são assuntos que não devem (ou pelo menos deveriam) entrar na conversa virtual de jeito nenhum.

Uma única mensagem

Textos picados, frase por frase, irritam demais. Por isso, numa conversa em grupo, escreva tudo de uma vez e só então clique no botão para enviar. Usar a tática de responder mensagens específicas (clicando em cima e selecionando a opção disponível) também pode ser útil num papo com muita gente.

Relógio aceitável

Preste atenção na hora de enviar uma mensagem, pois pode acordar ou incomodar o grupo em momento inadequado. Só escreva fora do horário de expediente se for muito importante. Caso contrário, espere o dia seguinte (não assim que acordar, é claro). Mesmo se o chefe enviar uma mensagem às 3 da manhã por causa da insônia (o que ele não deveria fazer, obviamente, por gerar estresse em toda equipe), segure-se só responda em horário apropriado.

Saia do grupo

Vai tirar férias? Não tenha nenhum receio de sair do grupo. Avise que voltará assim que retomar as atividades na empresa e mantenha-se alienado do que ocorre na firma durante seu período de descanso. E sem essa de ter medo de perder o emprego, pois não existe obrigação nenhuma em responder ou mesmo acompanhar a troca de mensagens do grupo.

Olha lá o que vai anexar...

Ricardo Cardoso, jornalista, foi salvo por sua agilidade. A intenção era enviar um nude para o crush, mas apertou o botão errado e a imagem foi parar no grupo com outros 13 profissionais com quem ele trabalhava. "Foi uma vergonha. Sorte que o botão de deletar já existia e deu tempo de apagar. Quer dizer, acho que ninguém chegou a ver, porque não ficou com o sinalzinho azul e ninguém comentou", diz. Por via das dúvidas, Ricardo nunca mais tentou enviar esse tipo de foto por meio do aplicativo de conversas.