menu
Topo

Diversidade


Artista é presa por colocar bandeira LGBT em halo de santa e gera protestos

Reuters
Imagem: Reuters

Da Universa

2019-05-08T11:40:45

08/05/2019 11h40

Artista e ativista polonesa, Elzbieta Podlesna chamou atenção em seu país ao cobrir o halo da Nossa Senhora de Częstochowa, padroeira local, e do Menino Jesus com as sete cores do arco-íris em uma manifestação pró-direitos LGBT.

O protesto acabou em uma detenção temporária "para esclarecer e responder às acusações de desrespeito aos sentimentos religiosos e dessacralização da imagem", de acordo com procuradores locais. Elzbieta ainda vai enfrentar um processo e pode ser condenada a dois anos de prisão.

Nesta terça (7), apoiadores da artista foram às ruas em sua defesa.

A imagem original está localizada no mosteiro de Jasna Gora desde o século 14 e é considerada um dos ícones do país de maioria católica e governado por conservadores.

O ministro do interior, Joachim Brudzinski, agradeceu à polícia pela ação e afirmou que "princípios da liberdade e tolerância não dão o direito de ferir os sentimentos dos religiosos".

A artista de 51 anos colocou pôsteres de sua obra em muros, lixos e banheiros públicos próximos à igreja de St. Dominik no mês passado e causou a retomada dos debates sobre liberdade de manifestação e religiosa.

"Isso certamente não é um ataque religioso, nem contra a fé. Como alguém pode fazer isso usando somente uma imagem?", disse a artista à agência Associated Press.