menu
Topo

Mães e filhos


Mães e filhos

Thaeme sobre baixa autoestima na gravidez: "Falar com outras mães ajudou"

Manuela Scarpa/Brazil News
Thaeme na apresentação da coleção de inverno da Chicco, em São Paulo, nesta segunda-feira (8) Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Carolina Martins

Colaboração para Universa

2019-04-08T19:16:13

08/04/2019 19h16

Ansiosa para dar à luz sua primeira filha Liz, Thaeme abriu o jogo sobre os sentimentos que a maternidade pode trazer para qualquer mãe em entrevista à Universa nesta segunda-feira (8) em São Paulo.

No bate-papo, a cantora, de 33 anos, revelou ter lidado com a baixa autoestima durante um episódio da gestação, em que se perguntava se voltaria a ter o corpo que tinha antes de engravidar.

Reprodução/Instagram/@thaemeethiago
Imagem: Reprodução/Instagram/@thaemeethiago

"A barriga é algo que a gente ama. Eu olho e falo: 'que linda'. Mas tive uma época de baixa autoestima. Eu me olhava no espelho e falava: 'meu senhor amado, será que vou conseguir voltar um dia? Estou toda estragada'. Tive esse momento, de olhar perna, quadril, celulite. Aumenta num grau gigantesco na gravidez, não tem o que fazer. Nessa época baixou a autoestima e conversar com outras mães me ajudou. Elas me aconselharam a aproveitar, porque depois eu me arrependeria. Durou três dias esse sentimento. Depois eu fiquei: 'estou linda, maravilhosa, dane-se, o que importa é que minha filha está bem'", relembra ela, que ganhou 16 quilos até então.

Thaeme falou ainda sobre como o apoio do marido, Fábio Elias, foi importante em meio a esse período de aceitação do próprio corpo.

"Nessa fase, pensei que meu marido iria me olhar e não sentiria nada por mim, me achar bonita. Mas ele estava me fazendo sentir linda. Ele nunca teve problema nenhum em relação a isso. O Fábio foi muito parceiro desde o começo me elogiando".

Sexo na gravidez?

Manuela Scarpa/Brasil News
Thaeme e Fábio Elias Imagem: Manuela Scarpa/Brasil News

Ainda sobre o relacionamento, Thaeme comentou sobre a alteração da libido desde que engravidou.

"Eu acho que a libido aumenta! Ainda mais que eu tomava anticoncepcional e ele é terrível para diminuir. Péssimo! Quando você para de tomar percebe. Quando eu parei de tomar, logo engravidei. Senti muita diferença! Não sei se foi a gestação ou se foi pelo anticoncepcional, mas deu uma diminuída".

Mulher dar à luz mulher

A responsabilidade de criar a filha em uma sociedade machista é uma reflexão que ocorre para Thaeme, que assegura: "eu melhorei ainda mais na gestação para me tornar ainda mais exemplo para ela".

"Estou me preparando para criar uma menina, porque vai ser um desafio muito grande. Se ela nascer ariana, vai ser bom, porque ela já vai vir com personalidade forte, algo que é bom para o mundo de hoje. A gente precisa disso. A mulher precisa se impor, ela tem o lugar dela, onde quer que ela queira atuar. Vou deixar minha filha fazer isso. A mulher tem seu espaço e precisa impor respeito dentro dele. Seja qual for".

Parto normal

Divulgação
Imagem: Divulgação

Por fim, Thaeme comentou sobre o desejo por parto normal, que deve se realizar se a bebê mantiver as condições em que está atualmente.

"Eu gostaria que fosse normal e tudo está indicando, até agora, que pode ser assim mesmo. Ela está na posição certa, com as costinhas do lado esquerdo, algo que os médicos gostam na hora do parto. Até agora, ela está bem certinha! Só encaixar que parece acontecer só no momento do parto", concluiu.