menu
Topo

Moda


Moda

Marca de luxo oferece serviço de aluguel de roupas por meio de site

Divulgação
É possível alugar um trench coat de couro por uma semana por R$ 129 Imagem: Divulgação

Da Universa

2019-04-01T13:45:39

01/04/2019 13h45

Você gosta de usar uma roupa nova em um evento ou ocasião especial, mas fatalmente essas peças ficam esquecidas no armário? De olho na importância do consumo consciente, a marca A.Brand deu um passo pioneiro no Brasil: passou a disponibilizar o serviço de aluguel de roupas e acessórios, em parceria com o marketplace BoBags.

As peças da marca carioca já estão disponíveis e, em algumas regiões do Brasil, como Rio de Janeiro e São Paulo, a entrega é feita no mesmo dia. Um vestido de crepe de chine listrado que custa R$ 1.398 foi anunciado por R$ 99 no período de sete dias -- se ficar com a peça por um mês, você paga R$ 205 para usá-la quantas vezes quiser. Um cinto pode ser alugado por R$ 20 por uma semana, enquanto uma jaqueta de couro sai por R$ 129 pelo mesmo período.

Reprodução
Os valores de aluguéis vão de R$ 20 (cinto) a R$ 129 (jaqueta de couro) Imagem: Reprodução

"No exterior, o consumo consciente está cada vez proliferando o conceito de reciclar e reinventar a moda. A gente acredita nisso e vê também como ponto positivo a experimentação por quem ainda não conhece a marca e pode vir a gostar. Nada mais bacana que, antes de comprar uma peça, a pessoa ter a oportunidade de alugar, experimentar e decidir se vai querer ficar com ela", diz a coordenadora de marketing da A.Brand, Mariah Pedrosa. Assim, se você se apaixonar pela peça, poderá comprá-la em até seis vezes sem juros.

Criado em 2009 por Isabel Braga, o site ficou conhecido por oferecer o aluguel de artigos de luxo, como óculos de sol, bijus, cintos e bolsas, de grifes consagradas, como Chanel, Balenciaga, Prada, Yves Saint Laurent, Gucci e Oscar de La Renta. "Nós queremos mudar a cultura de consumo de produtos de moda no Brasil e mostrar que é legal alugar peças incríveis e também compartilhá-las", diz Isabel Braga, CEO da BoBags.

Segundo estudo da ONU Meio Ambiente, anualmente, cerca de US$ 500 bilhões perdidos com o descarte de roupas e acessórios. Além, disso, a indústria da moda é a segunda que mais consome água, chega a liberar 500 mil toneladas de microfibras sintéticas nos oceanos e também representa entre 8% e 10% das emissões globais de gases.