menu
Topo

Autoestima


Ela engordou 20kg e está feliz: "Tudo bem se meu manequim não é mais 38"

Arquivo pessoal
Nicolly engordou 20 kg em dois anos: "Tudo bem" Imagem: Arquivo pessoal

Luiza Souto

Da Universa

2019-03-20T04:00:00

20/03/2019 04h00

A assistente de expedição Nicolly Soares teve um relacionamento abusivo por dois anos. Ela relata que foi traída e humilhada pela família do ex. Durante esse período, a partir do fim de 2017, a paulista de Mogi das Cruzes, região metropolitana de São Paulo, desenvolveu transtorno de ansiedade e compulsão alimentar, quando ainda pesava 62 quilos. Hoje, aos 22 anos e com 83 quilos, decreta: "meu corpo não define nada".

"Não conseguia dormir nem estudar. E estava vivendo um relacionamento abusivo, que destruiu a minha vida. Comecei a engordar e ter colesterol alto de 2018 para cá. Na comida encontrava a satisfação e tirava o foco de problemas financeiros e psicológicos", afirma Nicolly, que tem 1,64m.

As cobranças para perder peso começaram quando Nicolly ainda era criança, lembra ela. Mesmo sem apresentar problemas de saúde, os médicos cobravam para que a jovem fosse magra:

"Fui emagrecendo porque acabei dando uma esticada na adolescência, e minha mãe era regrada com alimentação. Mas sempre tive quadril bem largo, então nunca me via 100% magra. Era mais gorda que as minhas amigas".

O aumento de peso, no entanto, não incomodou tanto Nicolly quanto os comentários de pessoas próximas:

"Já escutei da minha família inteira o quanto estou gorda e perguntam o porquê do peso. Isso me machuca, pois sou esforçada, formada, trabalho, mas nessas questões, as quais considero mais importantes, ninguém costuma reparar"

Hoje ela está num outro relacionamento, e o namorado, frisa, lhe dá os incentivos os quais valoriza. Assim como a mãe:

"Eles me dizem o quanto sou bonita, independentemente do peso. Isso me motiva, mas às vezes eu brigo comigo mesma quando me olho no espelho e sinto vontade de emagrecer. Acho que o problema maior é a compulsão. Sinto vontade enorme de comer toda hora".

O foco hoje é na saúde. Após recente problema de pedra nos rins, está se policiando para beber até 4 litros de água por dia. Pressão, diabetes, colesterol e gastrite estão controlados. Ela não faz dieta, mas caminha.

"Tento pensar que o meu corpo não define nada. Sou inteligente e bonita, e tudo bem se estiver acima do peso. Tudo bem se meu manequim não é mais 38. A construção diária é comigo mesma", ensina ela.