menu
Topo

Stalkeadas

Um olhar diferente - e xereta - sobre o que bomba nas redes sociais


A Laura escreveu a melhor carta para dizer ao coleguinha que não gosta dele

Gustavo Frank

Da Universa

12/02/2019 17h27

Qual a melhor maneira de contar para uma pessoa que você não vai muito com a cara dela? Pensar bem nas palavras que serão ditas, avaliar se vale a pena ou não a confusão e por aí vai. Mas o que poucos de nós sabíamos é que uma simples carta pode resolver esse problema.

E a Laura é uma prova disso.

Caso você esteja se perguntando quem é Laura, essa é ela:

Antes de começar a história, vale reforçar que nossa protagonista estava só começando a prática da sua arte, que seria ainda mais promissora futuramente.

Como é possível ver nesse autorretrato postado por ela em seu Instagram:

Agora que estamos contextualizados, voltamos ao factual: no Twitter, a Laura abriu o baú das memórias e compartilhou uma imagem da sua infância, do momento em que colocou um ponto final na sua relação com o Bruno.

Na foto, ela mostra o desenho feito por ela, ainda pequenininha, em que retratou ela e o Bruninho com uma mensagem clara ao colega de classe: "Bruno, não gosto de você".

"Relendo a cartinha mais antiga que eu tenho guardada. Um bilhete de novembro de 99 em que eu informo ao meu colega Bruno, da maneira mais concisa possível, que não gosto dele", escreveu ela ao legendar a publicação na rede social.

E isso despertou questões entre os demais internautas: por onde anda Bruno após o fim desse relacionamento?

Os detalhes são a parte mais importante da mensagem.

Os mínimos deles.

Teve quem já recriasse a cena pensando numa adaptação cinematográfica. 

Alguém disse Oscar?

Pelo visto, o Bruno não teve nem abertura para pensar em outras interpretações para a cartinha.

É, em alguns casos só desenhando mesmo.