menu
Topo

Diversidade


Mulheres fazem ato contra gordofobia em praia de Salvador: "é libertador"

Mariana Araújo

da Universa, em São Paulo

2019-02-11T12:43:41

11/02/2019 12h43

No domingo (10), o movimento "Vai ter Gorda" reuniu 12 mulheres plus size negras na praia do Porto do Barra, em Salvador (BA) para o evento "Pretas Gordas na Praia", em que protestaram contra o preconceito racial e incentivaram o combate à gordofobia.

De biquíni, elas posaram para fotos na areia e encorajaram outras banhistas a não se envergonharem de seus corpos, sem que importe quais formas eles tenham.

"As pessoas paravam e olhavam, outras se juntaram à gente, tiraram fotos. Sem dúvida, o mais emocionante foi ver uma mulher tirando o short e ficando de biquíni. É algo libertador", contou a organizadora do movimento, a miss plus size da Bahia Adriana Santos, à Universa.

Entre as presentes no evento estava também a rapper paulista Preta Rara e Dríade Aguiar, do coletivo de direitos humanos Casa Ninja da Bahia, que posaram ao lado de outras manifestantes. As imagens, explicou Adriana, devem se tornar parte de um ensaio para a loja local Le Seduccion, que oferece numeração inclusiva para a comunidade plus size. 

Este evento é o sexto organizado pelo movimento que, segundo ela, já recebe um retorno positivo das mulheres alcançadas pelas pautas de empoderamento que elas discutem.

"Temos ouvido várias histórias de meninas que se automutilavam, cortavam seus corpos por não estarem no padrão exigido pela sociedade e pela moda. [Ouvimos] história de isolamento social, meninas que nem saem de seus quartos por conta do preconceito que sofrem. Uma mulher não ia à praia há mais de 10 anos por conta da gordofobia e de olhares preconceituosos. Depois que ela conheceu o "Vai ter Gorda", começou a ter coragem para ir à praia. Isso é de nos arrepiar porque é superação", disse.

O próximo passo do grupo, segundo Adriana, é uma roda de conversa sobre empoderamento feminino, em que participantes discutirão experiências de preconceito com o auxílio de uma psicóloga convidada. O evento deve acontecer no domingo (17) no Parque da Cidade, também na capital baiana.