menu
Topo

Mães e filhos


Mães e filhos

Giovanna Antonelli sobre se descobrir mãe: "Medos e culpas nos rondam"

Manuela Scarpa
Imagem: Manuela Scarpa

Gustavo Frank

Da Universa

08/02/2019 13h54

Estrelando a nova campanha da marca Corello, Giovanna Antonelli conversou com a Universa sobre desafios da maternidade e a questão da autoestima.

No bate-papo, a atriz, de 42 anos, abriu o jogo sobre a pressão que a mulher, quando mãe, sofre da sociedade e as dificuldades que cerceiam esse momento da vida de muitas delas.

Manuela Scarpa
Imagem: Manuela Scarpa

"Eu sempre quis ser mãe. Mas é na maternidade que a gente descobre o seu significado. Não tem curso, preparação, terapia ou palestra. É preciso viver. Dor, solidão, cansaço, cobrança, medo, culpas... umas vivem mais outras vivem menos, mas esses sentimentos rondam as mulheres de maneira geral. Comigo não foi diferente. E não é. Tenho um adolescente e duas pré-adolescentes em casa. É um vulcão de emoções, de demandas, de decisões. A gente erra, acerta e segue caminhando. E a gente cresce junto, aprende, amadurece", afirmou ela, que é mãe de Pietro, Sofia e Antônia.

Não tem curso, preparação, terapia ou palestra para ser mãe

E todos esses pensamentos refletem na autoestima da mulher, consequentemente. Para Giovanna, lidar com essa questão é "normal e humano", citando a importância da benevolência própria.

"Acho que é difícil - para não dizer impossível - encontrar alguém que não tenha aquele dia em que nada fica bom, em que o espelho parece não refletir o que queremos. É normal, humano. Nessas horas, a gente precisa lembrar que precisamos nos amar do jeito que somos, mesmo que tenhamos vontade de mudar aqui ou ali. Aceitar com amor o que somos, o que temos. Altos e baixos ditam o ritmo da vida. Mas precisamos ser benevolentes com a gente mesmo. Desejar o nosso próprio bem, sempre", opinou.